Saúde

Idosos e professores já podem se vacinar contra a Influenza

publicado em 11 de maio de 2021 - Por BJD
Cobertura vacinal para região continua abaixo de 30% (Arquivo/Secom)

Desde terça-feira, 11, os idosos (pessoas com 60 anos ou mais) e professores das redes pública e privada já podem se vacinar contra a influenza. Também poderão comparecer aos postos as pessoas que integram grupos da primeira etapa.

Visando reduzir aglomerações e reforçar a prevenção à COVID-19, o cronograma da campanha foi dividido em três etapas, que se estenderão até 9 de julho.

A terceira e última começa em 9 de junho, alcançando 5,1 milhões pessoas com comorbidades e com deficiências (física, auditiva, visual, intelectual e mental ou múltipla); caminhoneiros, trabalhadores portuários e de transporte coletivo; profissionais das forças armadas, de segurança e salvamento e funcionários do sistema prisional; população privada de liberdade e jovens e adolescentes sob medidas socioeducativas.

Também poderão se imunizar os integrantes do primeiro grupo, uma vez que ainda não foi atingida a meta de 90% de imunização – para a maioria dos grupos, a cobertura ainda está abaixo de 30%.

A vacinação ocorrerá nas 29 unidades de saúde, porém, nas Unidades Centro de Saúde, Henedina Cortez e Santa Luzia que estão realizando a vacinação de COVID, somente serão imunizadas contra a gripe as gestantes, puérperas e crianças que estão passando em consulta na unidade. As demais devem procurar qualquer outra unidade de saúde.

O Ministério da Saúde recomenda que as pessoas contempladas no grupo prioritário para a vacinação contra Influenza que buscarem uma Unidade Básica de Saúde e ainda não foram vacinadas contra a Covid-19, preferencialmente devem se vacinar primeiro contra a Covid-19 e agendar a vacina contra Influenza, respeitando o intervalo mínimo de 14 dias entre as vacinas.

Conversas no Facebook