Coronavírus

Prefeitura pede que turistas evitem Bragança Paulista no ‘feriadão’

publicado em 26 de março de 2021 - Por BJD

Bragança Paulista, assim como todo o estado de São Paulo, registra o pior índice de pessoas internadas pela Covid-19. Desde 23 de fevereiro as taxas de ocupação de leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e Enfermaria estão em 100%.

Apenas em 2021 o município registrou 141 óbitos confirmados (até 26/03). Por isso, a Prefeitura reforça que este não é o momento da cidade receber turistas, tendo em vista que a circulação de pessoas e a falta de distanciamento social são as principais maneiras de disseminação do vírus.

Além da intensificação das fiscalizações; barreiras sanitárias e blitzes; uso de drones na zona rural para coibir aglomerações clandestinas; e agentes garantindo o cumprimento das regras sanitárias, a Prefeitura cogitou, inclusive, exigir que turistas apresentassem teste negativo para Covid-19 do tipo RT-PCR (com resultado de no máximo 48 horas) para entrarem na cidade.

SANÇÕES

O descumprimento das medidas previstas pela Prefeitura, bem como pelo Estado, pode acarretar em multas de até R$ 5.025,02. Quem for flagrado por ter alugado uma chácara, pode ser conduzido à Delegacia de Polícia (DP) e responder ao previsto no Código Penal 268 e 330, além de penalidade da Vigilância Sanitária (VISA), que definirá o valor considerando o risco à saúde pública.

DENÚNCIA

Os munícipes que presenciarem irregularidades podem acionar a Guarda Civil Municipal (GCM) pelo telefone 153 ou a Polícia Militar pelo 190. Além disso, há a Central de Atendimento ao Público – CAP, com atendimento na segunda, terça e quarta-feira, das 8h às 17h, por meio do número 0800 580 0678.

Conversas no Facebook