Coronavírus

Município ainda não recebeu doses de vacina contra a Covid-19

publicado em 18 de janeiro de 2021 - Por BJD
Imagem: Ilustrativa

São Paulo iniciou a vacinação contra a Covid-19 neste domingo, 17 de janeiro, após a aprovação do uso emergencial da vacina do Instituto Butantan pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária).

Porém, até o início da tarde desta segunda-feira, 18 de janeiro, o município de Bragança Paulista ainda não havia recebido doses da vacina. A expectativa é receber 6.900 das 1,4 milhão de doses destinadas ao Estado de São Paulo.

IMUNIZAÇÃO NO MUNICÍPIO 

Segundo a Prefeitura, na primeira fase serão imunizados idosos que vivem em unidades asilares e profissionais de saúde.

Os trabalhadores dos serviços de saúde são todos aqueles que atuam em espaços e estabelecimentos de assistência e vigilância à saúde, sejam eles hospitais, clínicas, ambulatórios, laboratórios e outros locais. Desta maneira, compreende tanto os profissionais da saúde, como médicos, enfermeiros, nutricionistas, fisioterapeutas, terapeutas ocupacionais, biólogos, biomédicos, farmacêuticos, dentistas, fonoaudiólogos, psicólogos, serviços socais, profissionais de educação física, médicos veterinários e seus respectivos técnicos e auxiliares, quanto os trabalhadores de apoio, como recepcionistas, seguranças, pessoal da limpeza, cozinheiros e auxiliares, motoristas de ambulâncias e outros, ou seja, aqueles que trabalham nos serviços de saúde, mas que não estão prestando serviço direto de assistência à saúde das pessoas. Incluem-se, ainda, profissionais como os cuidadores de idosos e doulas/parteiras, bem como funcionários do sistema funerário que tenham contato com cadáveres.

Para a vacinação dos profissionais de saúde, a Secretaria de Saúde solicitará um documento que comprove a vinculação ativa do trabalhador na área, como a Carteira de Trabalho, contrato de trabalho ou no caso de microempreendedores algum documento que comprove que esteja ativo.

Os profissionais de saúde que atuam em Unidades Básicas de Saúde do Poder Publico Municipal ou hospitais, serão imunizados nos próprios locais de trabalho. Já os demais devem procurar a UBS mais próxima do seu local de trabalho ou residência, dentre as 29 que terão sala de vacina, nos horários e datas a serem divulgados pela Secretaria de Saúde.

CHEGADA DAS VACINAS

A campanha de imunização contra a Covid-19 em São Paulo será desenvolvida segundo a disponibilidade das remessas do órgão federal. À medida que o Ministério da Saúde viabilize mais doses, as novas etapas do cronograma e públicos-alvo da campanha de vacinação contra a Covid-19 serão divulgadas pelo Governo de São Paulo.

Conversas no Facebook