Saúde

Desvio no nariz

publicado em 11 de maio de 2018 - Por Regiane Soares/Folhapress

Vira problema quando atrapalha respiração, em alguns casos, a deformidade no septo pode tampar toda a a passagem de ar. Cirurgia é solução

A sensação de nariz entupido constantemente e dificuldade para respirar são os principais sintomas de quem tem desvio de septo nasal, segundo especialistas.

O otorrinolaringologista Eduardo Dolci, professor da Santa Casa de São Paulo, explica que septo nasal é a parede interna do nariz, constituída por osso, cartilagem e mucosas, que separa uma narina da outra. O desvio acontece quando o septo cresce e se desenvolve de forma desordenada, ocupando mais espaço nas cavidades nasais.

Dolci explica que essa deformidade também pode ser de nascença ou ser adquirida após uma fratura ou acidente, como uma queda ou uma bolada, por exemplo.

“O esperado é que essa separação das narinas fosse ‘igual’, mas cerca de 70% das pessoas têm algum grau de desvio no septo”, afirmou o especialista.

O otorrinolaringologista Andy Vicente, do Hospital Cema, disse existir vários graus de desvio do septo nasal e, quanto maior a deformidade, maior a dificuldade que a pessoa terá para respirar. “Em alguns casos o desvio chega a tampar totalmente a passagem de ar.”

Nesses casos em que a deformidade compromete totalmente a passagem de ar, somente a cirurgia pode corrigir o desvio. Porém, o SUS (Sistema Único de Saúde) não faz o procedimento por considerar uma cirurgia estética.

Para definir ou não pela cirurgia, o paciente precisa ser avaliado por um otorrinolaringologista, que num exame visual, no próprio consultório, poderá identificar o tipo de desvio. Para complementar, o médico poderá pedir uma nasofibroscopia, uma espécie de endoscopia das narinas. “Mas é o paciente que precisa dizer o quanto o desvio incomoda para o médico decidir ou não pela cirurgia”, afirmou Dolci.

Pais devem ficar atentos a sintomas

Como as crianças não percebem o quanto respiram mal, especialistas ouvidos pela reportagem alertam os pais a ficarem atentos a alguns sintomas que podem indicar o desvio do septo.

O otorrino Andy Vicente, do Hospital Cema, disse que o desvio se confirma a partir dos 12 anos e alguns sinais são dificuldade para comer e para dormir, irritabilidade durante o dia e respiração apenas pela boca.