Polícia

Mais de 600 novos agentes penitenciários reforçarão presídios do estado

publicado em 1 de maio de 2018 - Por BJD
Dos 621 novos agentes de segurança penitenciária formados pelo Estado de SP, 67 são mulheres (Foto: Assessoria de Imprensa/Governo de SP)

Os 621 novos servidores da Secretaria da Administração Penitenciária (SAP) que atuarão como agentes penitenciários participaram de formatura no Palácio dos Bandeirantes, sede do Governo do Estado, na última quinta-feira, 26.

São 18 turmas de agentes de segurança penitenciária (ASPs) – destes, 67 mulheres – que concluíram a formação técnico-profissional com duração de cerca de cinco meses. O curso foi constituído por disciplinas que abrangeram diversas áreas como defesa pessoal, legislação, valorização humana e ética, prática do serviço penitenciário, papiloscopia, gerenciamento de crises, prevenção e combate a incêndio, socorrismo e reintegração social.

Os novos ASPs receberão, inicialmente, remuneração de R$ 2.790,24 mais R$ 691,64 de insalubridade, e ficarão responsáveis por desempenhar atividades de vigilância, manutenção da segurança, disciplina e movimentação dos presos internos em unidades do sistema prisional.

Mais funcionários – Está em andamento concurso com 1.034 vagas para agentes de segurança penitenciária (ASPs). Só nos primeiros meses de 2018, foram nomeados 292 funcionários para a SAP, sendo que 252 eram agentes de segurança penitenciária. Em todo o ano passado, foram mais 2.403 funcionários para a pasta, sendo que 1.972 deles eram ASPs.