Polícia

Fiscalização da Lei do Silêncio será intensificada

publicado em 2 de agosto de 2018 - Por BJD
A lei municipal proíbe perturbar o sossego e o bem-estar público com ruídos, vibrações, sons excessivos ou incômodos de qualquer natureza

A perturbação do sossego é um problema constante em Bragança Paulista. Embora haja lei municipal que estabeleça normas quanto à poluição sonora, ela não é respeitada. Segundo leitores, tem sido comum som alto em veículos durante a madrugada na Avenida José Gomes da Rocha Leal, próximo a um posto de combustíveis, principalmente nos finais de semana.

Em entrevista ao BJD, nesta semana, os secretários municipais Alexsandro Olegário, de Segurança e Defesa Civil, e Alexandro Morais, de Meio Ambiente, afirmaram que a Administração Municipal planeja ações conjuntas envolvendo a Guarda Civil Municipal e fiscais de diversas secretarias, para que a Lei do Silêncio seja cumprida.

Caso um cidadão se depare com essa situação, tem o direito de acionar não só a Guarda Municipal através do telefone 153, como também a Polícia Militar pelo 190.

Confira a matéria completa na edição impressa de sexta-feira, 3 de agosto.