Polícia

Após 9 anos, homem que matou jovem com 14 facadas é condenado há 22 anos de prisão

publicado em 11 de maio de 2019 - Por BJD
Crime aconteceu em julho de 2010, no Jardim da Fraternidade (Crédito: Arquivo/ Bragança-Jornal)

Renan Guilhobel Mota Gonçalves, que matou com 14 golpes de faca a jovem Fernanda Sanches Correia, então com 18 anos, foi condenado a 22 anos e 4 meses na última quinta-feira, 9 de maio, em júri popular no Fórum de Bragança Paulista.

O julgamento em primeira instância foi realizado 9 anos depois do crime, que ocorreu em 22 de julho de 2010 e causou grande comoção no município.

Matéria completa na edição impressa de sábado, 11 de maio.