Polícia

Acusado de estupro nas redes sociais já cumpriu pena

publicado em 18 de abril de 2018 - Por BJD
Tárcio Cacossi

Tem se propagado nas redes sociais desde a semana passada a foto de um homem acusado de estupro e que estaria circulando pelas ruas de Bragança Paulista.

Segundo as informações que evidenciam a “fake news” (notícia falsa), ele teria saído do presídio no dia 4 de abril último. Entretanto, ele foi liberado do sistema prisional após cumprir pena de 2 anos e 7 meses em dezembro do ano passado. E preocupado com sua segurança diante da repercussão, o homem procurou a Polícia Civil na tarde de segunda-feira, 16, e confirmou o cumprimento da pena.

“Ele já cumpriu sua pena e nesse momento não deve nada à Justiça. É preciso que as pessoas tomem cuidado com as ‘fake news’ e entendam que ele tem os mesmos direitos que todos os cidadãos.

Não procurem fazer justiça com as próprias mãos, pois isso pode resultar em consequências mais graves não só para ele, mas principalmente para quem cometer algum ato hostil contra ele, pois vai responder criminalmente”, esclareceu o delegado Sandro Montanari, titular da Central de Polícia Judiciária (CPJ).

A reportagem do BJD esteve no Plantão Central da Polícia Civil no memento em que o acusado nas redes sociais M. A. G. S. se apresentou à polícia. “Alguns dias atrás fui parado na Rua Barão de Juqueri [Centro de Bragança Paulista] e por pouco não fui linchado por algumas pessoas.

Minha sorte é que uma mulher parou o carro, me colocou para dentro e mostrou a foto e as informações que circulam pela rede. Até então eu nem tinha visto. Por isso vim à polícia comprovar que já cumpri minha pena, quero ser um cidadão como todos os outros e reconstruir minha vida”, disse.