Cotidiano

Energisa e UNESCO realizam segunda etapa de distribuição de cestas básicas em Bragança Paulista

publicado em 25 de novembro de 2020 - Por BJD
Em Bragança Paulista, 120 famílias foram contempladas nesta segunda fase (Divulgação Energisa)

O Grupo Energisa e a Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO) já distribuiu mais de 2.500 cestas básicas para famílias vulneráveis no mês de outubro nos 11 estados em que empresa atua com distribuição de energia.

Todas as cestas foram adquiridas em comércios locais para movimentar a economia das cidades atendidas. Dando continuidade a essa iniciativa, a segunda etapa de distribuição contemplou nesta semana 120 famílias em Bragança Paulista.

Os alimentos e itens de higiene foram distribuídos pela equipe do Espaço de Convivência e Aprendizado (ECOA), organização selecionada pela UNESCO para a iniciativa, para famílias de Bragança Paulista, dos bairros Águas Claras, Campo Novo, Cruzeiro, Henedina Cortez, Hípica Jaguari, Jardim da Fraternidade, Jardim Julieta Cristina, Jardim Maranata, Jardim Novo Mundo, Jardim Recreio, Jardim São Miguel, Parque Brasil, Patury, Penha, Planejada I, Planejada II, Santa Lúcia, Tanque do Moinho, Toró, Torozinho e Uberaba.

“Diante desse cenário complexo no país, que foi impulsionado pela pandemia do novo coronavírus, o movimento Energia do Bem segue com a missão de contribuir com famílias, comunidades e setores que foram afetados.

Seguimos com o compromisso de apoiar as comunidades mais necessitadas”, afirma Gabriel Alves Pereira Junior, diretor-presidente da Energisa Sul-Sudeste.

O projeto conta com o apoio de organizações da sociedade civil e de lideranças comunitárias locais indicadas pela UNESCO. Juntas, as entidades identificaram os grupos afetados pela crise e, em seguida, montaram as cestas com alimentos adquiridos em estabelecimentos comerciais locais.

Conversas no Facebook