Esportes

Comissão aprova criação do “Prêmio Daniel Dias”

publicado em 18 de abril de 2018 - Por BJD

A Comissão de Constituição, Justiça e Redação da Assembleia Legislativa aprovou projeto que cria o “Prêmio Daniel Dias” para homenagear atletas, técnicos, incentivadores e empresas com contribuições prestadas ao esporte paulista.

A proposta é de autoria do deputado estadual Edmir Chedid (DEM). Segundo ele, a escolha do nadador Daniel Dias como “patrono” do prêmio é um reconhecimento à sua trajetória vitoriosa e ao seu exemplo de superação no esporte.
“A despeito de inúmeros atletas que servem de referência, modelo e inspiração para a prática esportiva e surgimento de novos atletas, talvez poucos expressem a aptidão do esporte para promoção de superação e inclusão como o homenageado Daniel Dias”, sustenta o deputado na justificativa do projeto.

Natural de Campinas, Daniel Dias nasceu com má formação congênita nos membros superiores e na perna direita. Aos 16 anos, logo depois de se mudar com a família para Bragança Paulista, começou a nadar e, desde então, acumula títulos e recordes nas piscinas. Somente em Paralimpíadas, são 24 medalhas, 14 delas de ouro.

Seus feitos no esporte foram reconhecidos no Prêmio Laureaus, considerado o ‘Oscar do Esporte’, que faturou três vezes como melhor atleta paralímpico do mundo – até então, os únicos brasileiros a conquistarem o Laureaus eram Pelé, Ronaldo Fenômeno e o skatista Bob Burnquist.

SOBRE O PRÊMIO

Segundo o projeto do deputado Edmir Chedid, o prêmio será concedido a atletas, técnicos, incentivadores e empresas que tenham notória contribuição para o esporte paulista. Serão sete categorias: atleta do ano, atleta superação, jovem atleta, atleta fair play, treinador do ano, amigo do atleta e inclusão (que reconhecerá exemplos de uso do esporte como meio de inclusão social).

Ainda conforme a proposta, o prêmio deverá concedido mediante proposta da Comissão de Assuntos Desportivos da Assembleia Legislativa, a partir de indicações feitas pelos deputados estaduais, por agremiações esportivas, entidades representativas de atletas ou grupos de no, mínimo, 50 pessoas.

A entrega será feita anualmente em sessão solene convocada especialmente para este fim, sempre em maio (mês de aniversário de Daniel Dias). Para ser instituído, o prêmio ainda precisa ser submetido à Comissão de Finanças, Orçamento e Planejamento da Assembleia e, depois, ao plenário da Casa.