Cotidiano

Vereadoras apresentam ao HUSF projeto relativo a tratamento oncológico

publicado em 11 de março de 2022 - Por BJD
Foto: DCI

Gislene Bueno e Fabiana Alessandri querem criar uma Frente para discutir o tratamento oncológico na cidade

A presidente da Câmara Municipal de Bragança Paulista e presidente do Parlamento Regional da Bragantina, Gislene Cristiane Bueno (Gi Borboleta), e a vereadora Fabiana Alessandri, se reuniram na segunda-feira (7/3) com o diretor geral do HUSF (Hospital Universitário São Francisco de Assis), frei Israel Lima, e o responsável pela Comunicação da entidade, Marcos Vieira Ribeiro, para apresentarem o projeto de Decreto Legislativo 1/2022, de suas autorias, que cria uma Frente Parlamentar para Debater Assuntos Relativos aos Serviços e Demandas do Tratamento Oncológico. Elas aproveitaram a ocasião também para terem mais informações sobre o tratamento oncológico no município.

O HUSF a única instituição referência em tratamento oncológico e em procedimentos de média e alta complexidade para Bragança Paulista e mais 11 municípios da região e, desde abril de 2021, conta com o serviço de radioterapia.

A intenção da instalação da Frente é promover ações e gestões para aprimorar as políticas públicas no tratamento oncológico. A Frente poderá marcar audiências públicas, fiscalizar e cobrar a execução de políticas públicas e, ao final dos trabalhos, elaborar relatório das atividades que será encaminhado à Mesa Diretora da Câmara Municipal para as devidas providências. A Frente terá o prazo de funcionamento de 180 dias, podendo ser prorrogada por mais 180 dias.

O tratamento oncológico enfrenta problemas e desafios na maioria dos municípios do país, e a Câmara quer desenvolver o debate para ajudar a melhorar o atendimento. Segundo as vereadoras, a ideia é melhorar a qualidade de vida do paciente, que ele se sinta acolhido, e discutir, inclusive, tratamentos paliativos e formas de diagnóstico.

“É muito importante a Câmara assumir esse papel de discutir esse assunto tão importante. Precisamos ficar atentos para que o melhor sempre seja feito para quem necessita de tratamento oncológico. Nessa situação, a pessoa já se encontra fragilizada e cabe ao Poder Público ser um apoio. Temos certeza, que não teremos dificuldade para aprovar esse projeto na Câmara”, disse a presidente da Câmara.

“Tem uma demanda grande de pacientes que precisam de ajuda e aguardam nas filas para o tratamento. Ver toda situação e melhorar para a população, com a ajuda do Poder Público, é a intenção da frente. Vamos debater com o Hospital São Francisco e com todas as entidades do município. A participação da sociedade civil é muito importante. A Frente vai ampliar o debate para que todos possam participar”, afirmou a vereadora Fabiana Alessandri.

O frei Israel Lima prometeu estudar a proposta e apresentar colaborações para o projeto. Uma nova reunião já foi marcada para a próxima semana, em que as propostas do HUSF serão apresentadas.

 

Conversas no Facebook


Secured By miniOrange