Cotidiano

Variante do Taboão: Mais uma vez DER diz que iniciará obras de recapeamento

publicado em 14 de janeiro de 2020 - Por BJD
Foto: Gerson Gomes/Bragança Jornal

Desde o mês de setembro, a população bragantina e principalmente os usuários da Rodovia Farmacêutico Francisco de Toledo Leme (SPA-021/010), a Variante do Taboão, aguardam o recapeamento prometido pelo Departamento de Estradas de Rodagem (DER), órgão vinculado à Secretaria de Estado de Logística e Transportes.

Passado um tempo, a promessa foi de que os trabalhos seriam realizados até o final de novembro.Agora o DER diz que iniciará as obras de recapeamento e reforço de sinalização na Variante do Taboão nesta semana.

Na terça-feira, 14 de janeiro, a reportagem do Bragança-Jornal observou alguns funcionários do DER instalando placas de segurança na via, mas nenhuma máquina na pista, somente uma encostada próximo ao Portal da Cidade há algum tempo.

Segundo o DER, as melhorias abrangem o trecho sob responsabilidade do governo estadual – desde a rodovia Fernão Dias até a rotatória do Lago do Taboão, na Praça São Francisco. O recape seria um complemento ao serviço executado pela Prefeitura na Avenida Dom Pedro I, que é a extensão urbana da SPA-021/10.

O início das obras foi comunicado ao deputado Edmir Chedid (DEM) em mais uma reunião realizada no escritório regional do DER, em Campinas, com o diretor Cleiton Luiz de Souza. Em setembro, o próprio Cleiton, em visita ao prefeito Jesus Chedid, havia se comprometido com o serviço.

TRAVESSIA

A reunião no DER aconteceu na última sexta-feira, 10 de janeiro. Durante o encontro, o órgão também se comprometeu a implantar redutores de velocidade (sonorizadores) e sinalização de travessia de pedestres na altura de um atacadista, ao lado do Condomínio Colinas de São Francisco.

A promessa é que as melhorias sejam concluídas junto com o pacote de recapeamento. Edmir Chedid lembrou que, além da implantação de redutores e do reforço de sinalização, o DER também se comprometeu a iniciar estudos para a implantação de lombofaixa (também conhecida como faixa elevada) no trecho. “Essas melhorias beneficiarão todas as pessoas que moram e trabalham naquela região, garantindo uma travessia mais segura”, afirmou.

N.R. – A população bragantina está desacreditada das promessas feitas pelo DER. E há muita bagagem para que isso tenha acontecido, visto os diversos anúncios, como por exemplo, há mais de uma década as duplicações das rodovias que ligam Bragança/Itatiba e Bragança/Socorro são ventiladas. Mas nem um simples recape numa via de poucos quilômetros o DER consegue cumprir.

Nos últimos anos, o DER fez diversos ‘remendos’ na Variante do Taboão; abriu e fechou dispositivos devido à instalação de um estabelecimento comercial, que geraram muita polêmica, principalmente pela demora na sinalização de solo, que confundiu e ainda confunde muitos motoristas.

Agora, devido ao número de funcionários que o estabelecimento possui, cerca de 200, chegaram à conclusão de que é necessário fazer uma faixa para travessia de pedestres. O mercado atacadista foi inaugurado há dois anos, em 2017, e só agora o DER e os responsáveis pelo empreendimento se preocupam com a travessia de pedestres. Não foi feito nenhum estudo para saber o número de funcionários e os reflexos daquele empreendimento na região? Só agora é que perceberam a necessidade de faixa de segurança?

O deputado Edmir Chedid se reuniu mais uma vez com o diretor Cleiton Luiz de Souza, do DER, para discutir essa demanda. O encontro desta vez contou com a presença de um sindicalista e três vereadores. Teve até o apoio de um deputado federal nunca citado na cidade.

O que acontece com Bragança Paulista? Será que o governador João Doria tem conhecimento de como o DER trata a cidade e a região que lhe concedeu um grande número de votos?

É preciso parabenizar os esforços do deputado Edmir Chedid, mas também registrar o desinteresse do DER para com este município. Se para um simples trecho como o da Variante é necessário tanto esforço, imaginem duas duplicações. Vamos aguardar para ver se o departamento cumpre a nova promessa.

CRONOLOGIA

2 de agosto de 2019 – Primeiro anúncio de que o DER faria o recapeamento da Variante do Taboão. No mesmo mês, a Prefeitura fez o recapeamento da Avenida Dom Pedro, trecho urbano da Variante do Taboão, com maquinário próprio

3 de setembro de 2019 – O diretor do DER, Cleiton Luiz de Souza (foto), visitou o prefeito Jesus Chedid. O encontro aconteceu no Palácio Santo Agostinho. Na ocasião, Cleiton justificou que estava adquirindo o material asfáltico para o recapeamento do trecho da Variante do Taboão e que o trabalho seria realizado naquele mês

31 de outubro de 2019 – O Bragança-Jornal questionou o DER sobre o atraso. A justificativa foi de que o departamento aguardava o término do processo licitatório para compra do material a ser empregado nas obras de recuperação da pista da SPA-021/010. A previsão era de que as equipes iniciassem os trabalhos em novembro, com previsão de execução de aproximadamente 15 dias

13 de janeiro de 2020 – DER promete mais uma vez iniciar as obras, agora nesta semana