Cotidiano

Sete alunos de escola pública da Zona Norte são aprovados no Instituto Federal

publicado em 17 de janeiro de 2020 - Por BJD
Escola Estadual João Ernesto de Almeida Vanni está localizada na região do Jardim Águas Claras (Crédito: Divulgação)

Pais, alunos, professores e equipe gestora da Escola Estadual Professor João Ernesto de Almeida Vanni estão comemorando a aprovação de sete alunos no último processo seletivo do Instituto Federal de São Paulo (IFSP), campus de Bragança Paulista, nos cursos técnicos de Mecânica, Eletroeletrônica e Informática.

A Escola João Vanni, que atende alunos moradores da região das Águas Claras, Henedina Cortez e conjuntos habitacionais Nicola Cortez, Padre Zecchin e Marcelo Stefani, tem apenas quatro anos de funcionamento.
A direção encontrou dificuldades no primeiro e segundo ano: os novos conjuntos habitacionais da região estavam sendo ocupados naquele momento, os novos moradores sentiam alguma rejeição de moradores mais antigos e os professores se encontravam em fase de entrosamento.

Conforme informação do atual diretor, professor Antonio Carlos de Almeida, o ambiente escolar era bastante agitado; incidentes entre alunos, professores e familiares eram frequentes; o prédio era invadido diariamente, recebendo pichações e tendo centenas de vidros quebrados.

A partir do momento em que a escola conseguiu entrosar uma equipe gestora, com diretor, vice-diretor, gerente de organização escolar, professor mediador e professor coordenador da escola da família, e na medida em que um grupo maior de professores foi desenvolvendo afinidades com os alunos, o ambiente passou a ser amistoso e aberto à proposta pedagógica.

Uma das características particulares da escola é que ela está geograficamente localizada no centro da comunidade. Todos os alunos chegam a pé e nenhum aluno demora mais do que 10 de minutos no percurso entre residência e escola. O diretor Almeida considera que a melhora do ambiente escolar está intimamente ligada ao bom relacionamento entre escola e comunidade, em especial com os pais e responsáveis. Nessa aproximação e interação, foram decisivos o Programa Escola da Família aos sábados e domingos, e o Programa “Jovens Brasileiros em Ação” da Polícia Militar, do qual participam cerca de 80 alunos.

Ao observar a relação de aprovados do IFSP, vários professores manifestaram alegria por essa conquista. O professor Roberto Zago, vice-diretor, destacou que para essa conquista foi importante a visita de representante do IFSP à escola, que apresentou essa possibilidade aos alunos. “Nós nos esforçamos para que os adolescentes visualizem as possibilidades existentes ao redor, de forma que alcancem o melhor possível em termos educacionais. Por sorte, o IFSP, o Senai, o Sesi e a Fatec estão bem próximos. Levamos vários grupos de alunos até lá e a outras localidades, inclusive de São Paulo”, enfatizou o vice-diretor.

O professor coordenador João Gabriel Gianotti de Sousa destacou o empenho de professores em dois sentidos: atenção aos alunos num relacionamento bem amistoso, e cobrança quanto aos estudos e à disciplina.

Os alunos classificados são: Gustavo Costa, Luis Gustavo dos Santos, Vinicius Sirqueira, Luiz Fabiano Oliveira, Pedro Henrique Santos, Thaiane de Oliveira Vitor e Maria Luiza Vitor da Silva. Os alunos e seus pais, orgulhosos, estão agora correndo para efetivar a matrícula. De fato, esse é um passo importante para uma formação consistente, base sólida para projetos pessoais e profissionais promissores.

Conheça as atividades da escola em: https://www.facebook.com/aguas.claras.963871