Cotidiano

Representantes da Prefeitura se reúnem com secretário de Estado de Agricultura

publicado em 27 de fevereiro de 2021 - Por BJD
Agendada pelo deputado estadual Edmir Chedid, a reunião contou com a presença de secretários municipais, a presidente da Câmara Municipal e assessores (Secom)

Na manhã de terça-feira, 23 de fevereiro, representantes da Prefeitura de Bragança Paulista participaram em São Paulo de uma audiência agendada pelo deputado estadual Edmir Chedid com o secretário de Estado de Agricultura e Abastecimento, Gustavo Junqueira.

Na pauta, foram discutidos assuntos de interesse do município, que foi representado pelos secretários municipais de Meio Ambiente, Nádia Zacharczuk, e de Desenvolvimento dos Agronegócios, Rafael Crispim, e participação do deputado estadual Edmir Chedid, da presidente da Câmara Municipal, Gislene Bueno, assessores da Secretaria de Agricultura e Abastecimento Fábio T. Tanimoto e Eduardo Camargo, e Juliana Cardoso, da Coordenação de Agronegócios, e do assessor parlamentar Nelson Koki.

Um dos temas abordados na reunião foi o Plano de Manejo da Área de Proteção Ambiental – APA Sistema Cantareira –, instituído pelo Governo do Estado de São Paulo através do Decreto 65.244/2020, que gera impactos no uso e ocupação do solo dos municípios, com reflexos na implantação e ampliação de atividades e de empreendimentos imobiliários.

Além de Bragança Paulista, as cidades de Atibaia, Joanópolis, Mairiporã, Nazaré Paulista, Piracaia e Vargem também são afetadas. Esse Decreto do Governo do Estado chega a inviabilizar inclusive empreendimentos imobiliários em processo de aprovação nos municípios.

Segundo a secretária municipal de Meio Ambiente, Nádia Zacharczuk, com a regulamentação do Decreto há uma preocupação quanto aos impactos que o Plano de Manejo traz para Bragança Paulista e demais municípios. “Trouxemos nossos questionamentos e sugestões e continuaremos debatendo sobre o Decreto e possíveis alterações que venham a surgir”, afirmou.

Os representantes do município ainda comentaram sobre as ações realizadas pela Prefeitura em prol do produtor. Prova disso é o Plano Diretor que traz novas perspectivas ao homem do campo, que passa a ser visto como um microempreendedor, podendo ter a sua agroindústria, por exemplo, além de possuir uma rede de apoio ao produtor rural que é modelo no Estado.

“Foi uma reunião importante com os representantes de Bragança Paulista e com o deputado Edmir Chedid, que tem uma preocupação grande em relação ao desenvolvimento econômico e social, mas equilibrando os interesses de desenvolvimento do agro com toda a questão ambiental. Neste início de ano legislativo, o deputado veio nos mostrar os grandes feitos da região e como a região pode ser incentivada. Estamos trabalhando para alocar recursos, tanto humanos como financeiros, para que a região possa melhorar”, afirmou o secretário de Estado Gustavo Junqueira.

CIDADANIA NO CAMPO – MUNICÍPIO AGRO

A Secretaria de Agricultura e Abastecimento lançou na quarta-feira, 24 de fevereiro, a terceira edição do Programa Cidadania no Campo – Município Agro. “É um programa que incentiva a gestão dos prefeitos sobre o território rural, uma área que gera riqueza, mas tem grandes desafios. Olhamos de maneira bastante múltipla, não apenas o que se produz, mas como se atende essa população, com serviços fundamentais como Segurança, Saúde e Educação, melhorias de estradas e treinamento dos produtores rurais”, afirmou o secretário.

O secretário municipal de Desenvolvimento dos Agronegócios, Rafael Crispim, disse que Bragança Paulista vai aderir ao programa.

Conversas no Facebook