Cotidiano

Prefeitura habilita uma empresa em licitação dos transportes

publicado em 7 de janeiro de 2020 - Por BJD
Imagem Ilustrativa

Apenas uma empresa foi habilitada pela Prefeitura para prosseguir na licitação dos transportes público urbano de Bragança Paulista: a JTP Transportes, Serviços, Gerenciamento e Recursos Humanos Ltda.

Outras duas empresas foram desabilitadas. Na próxima semana foi agendada a abertura das propostas comerciais.

As empresas desabilitadas foram: Carretero Agência de Viagens, Turismo e Fretamentos e a Sancetur – Santa Cecília Turismo Ltda.

Segundo dados da Junta Comercial do Estado de São Paulo, a empresa Carretero pertence a Belarmino de Ascenção Marta, detentor também da empresa Nossa Senhora de Fátima Auto-Ônibus Ltda.; a Sancetur pertence a Marly Theckla Nassif Abi Chedid e a Mauro Costa Pereira Filho; e a JTP a Paulo Henrique Wagner e Tadeu Wagner Júnior.

Com a inabilitação das duas empresas, elas foram retiradas da licitação na fase de documentação de proposta técnica. Na próxima quinta-feira, 15, às 15h00, foi agendada a abertura das propostas comerciais.

A empresa JTP atua o transporte público na cidade de Embu das Artes.

A Concorrência Pública é do tipo menor valor da tarifa dos serviços e pagamento de outorga, fixada em R$ 2.000.000,00 para a concessão dos serviços pelo período de 20 anos. O edital que rege a licitação foi retificado conforme apontamentos do Tribunal de Contas do Estado de São Paulo (TCE/SP).

O edital prevê diversos serviços e algumas inovações, como ar condicionado nos ônibus; Sistema de Bilhetagem Automática e Monitoramento (SBAM) dos veículos por GPS, de modo a permitir a localização online, assegurando uma fiscalização ininterrupta e imediata quanto ao cumprimento das viagens, horários e itinerários programados; etc.

Além disso, nenhum veículo poderá ter mais de 10 anos de uso e a idade média da frota deverá ser obrigatoriamente de 5 anos e meio.