Cotidiano

#PerspectivasUrbanas realiza a live

publicado em 19 de março de 2021 - Por BJD
Foto: Shel Almeida

“O que muda em você quando a cidade muda?” para discutir patrimônio cultural

O projeto, #PerspectivasUrbanas realiza, na próxima segunda, 22, às 19h30, pelo Facebook do Edith Cultura, a live “O que muda em você quando a cidade muda?”, para discutir patrimônio cultural. Para acompanhar é só acessar o link:

https://www.facebook.com/edith.cultura

Além da realizadora do projeto fotográfico, Shel Almeida, participam do bate-papo, Ivan Montanari, Eduardo Kosovicz e Lilian Godoy. A proposta é fazer questionamentos a partir as mudanças na cidade, em consequência das recorrentes demolições, a exemplo da recente, do prédio da antiga fábrica Santa Basilissa (foto).

#PerspectivasUrbanas, é uma exposição fotográfica cujo suporte são seis outdoors, localizados na Av. Norte Sul, na entrada para o Jardim do Lago e na Av. Salvador Markovicz, pouco antes da subida para o Husf.

O intuito do projeto é questionar a falta de atenção aos detalhes da cidade em que se habita e, ao mesmo tempo, trazer a sensação de pertencimento por meio de memórias urbanas em forma de registro fotográfico documental.

Além das fotos que podem ser vistas pelo público sem precisar sair do carro, a exposição também conta com um site, Para conferir acesse: www.shelalmeida.com.br

Shel Almeida é jornalista e fotógrafa. É idealizadora e realizadora do projeto fotográfico “Caminhando pela Cidade”, onde resgata memórias urbanas por meio de registro documental da arquitetura de Bragança Paulista. A primeira exposição do projeto foi realizada em 2018, no Centro de Documentação e Apoio à Pesquisa em História da Educação (CDAPH), da Universidade São Francisco (USF), cuja abertura aconteceu durante o Colóquio “Cartografias Urbanas: da Visualidade Poética às Possibilidade Plurais”. É agente cultural desde 2008.

Ivan Montanari é mestrando em Gestão de Políticas Públicas pela Universidade de São Paulo, especialista pós graduado em Gestão e Políticas Culturais pela Cátedra Unesco de Políticas Culturais e Cooperação da Universidade de Girona. É consultor em políticas públicas e gestão cultural e coordenador da Comunidade Sorriso, entidade do terceiro setor que atua nas áreas educacional e sociocultural em Bragança Paulista. Ministra oficinas de produção cultural e elaboração de projetos desde 2011.

Eduardo Kosovicz é formado em design industrial pelo Instituto Europeo Di Design com Especialização em Arquitetura Passiva pelo Earth Institute Auroville Índia (Unesco), Participou da elaboração do Plano Diretor de Bragança Paulista, Sócio Fundador do Studio Zanskar, integra metodologias interdisciplinares, projetando espaços que levam em consideração fatores que contribuem para uma melhor dinâmica de ambientes, integrados com a natureza e respeitando técnicas construtivas locais.

Lilian Godoy é turismóloga, professora de história e doutoranda na Faculdade de Educação da Unicamp. Realiza pesquisas a respeito do patrimônio cultural e suas relações com a história local e com a construção de conhecimentos educacionais e históricos. Realizou tese a respeito a respeito da história do Mercado Municipal de Bragança Paulista.

O projeto #PerspectivasUrbanas foi contemplado por edital referente à Lei de Emergência Cultural Aldir Blanc, promovido pela Secretaria Municipal de Cultura e Turismo, com o apoio do Conselho Municipal de Política Cultural.

Conversas no Facebook