Cotidiano

Obras no Lago da Hípica não pararam, diz Sabesp

publicado em 6 de março de 2020 - Por BJD
Por vários dias as máquinas ficaram paradas no Lago da Hípica (Gerson Gomes/Bragança-Jornal)

Há algumas semanas, a reportagem do Bragança-Jornal tem verificado a falta de movimentação de trabalhadores nas obras de desassoreamento do Lago da Hípica, o que também foi constatado por moradores da região.

No entanto, a Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp) afirmou, em nota, que as obras continuam em andamento.

Nesta semana, inclusive, o vereador Mário B. Silva protocolou um documento ao deputado estadual Edmir Chedid para cobrar providências da Sabesp. “Venho acompanhado de perto as obras e estão paralisadas. Nesta semana enviei um requerimento ao deputado Edmir para que a Sabesp seja notificada”, afirmou o vereador ao Bragança-Jornal.

A reportagem entrou em contato com a Sabesp. Em nota, a empresa diz que “as obras de desassoreamento do Lago da Hípica continuam em andamento”. “Em fevereiro, por conta das chuvas intensas que ocasionaram movimento de terra dentro do lago, alguns serviços ficaram inviabilizados. Durante esse período, a Companhia realizou trabalhos mais técnicos, como sondagens e detalhamento do projeto”.

Ainda segundo a concessionária, o prazo para a conclusão das obras não será afetado. “O prazo previsto para a conclusão dos serviços de desassoreamento não sofreu alteração, permanecendo para dezembro deste ano”, finalizou a Companhia.

Os serviços no Lago da Hípica iniciaram no final do mês de janeiro, após o vice-governador Rodrigo Garcia assinar ordem de serviço durante visita a Bragança Paulista.

O investimento da Sabesp para a realização no projeto será de R$ 3,7 milhões, e os trabalhos serão executados pelo consórcio CCL Bragança, composto pelas empresas Construrise Engenharia Ltda., Coteg Construções e Gabiões Ltda. e LTD Engenharia Ltda.

Além dos investimentos do governo estadual, a Prefeitura de Bragança Paulista também atuará no local, sendo responsável pela revitalização do entorno e pela pavimentação das ruas que dão acesso ao lago, medida de contenção dos sedimentos para evitar outro assoreamento. A ordem de serviço para o recapeamento de vias no entorno do Lago também já foram assinadas pela Prefeitura.

Serão pavimentadas as ruas Bendito Pereira de Souza, Lígia Aparecida Suppioni e Nassin Bechara. A empresa Darga Pavimentação e Terraplanagem Ltda. executará as obras de infraestrutura nas vias contempladas, pelo valor de R$ 1.486.338,87.