Cotidiano

Obras emergenciais seguem na Praça Chico Major

publicado em 31 de janeiro de 2020 - Por BJD
Gerson Gomes/Bragança-Jornal

A Prefeitura continua os trabalhos para sanar os problemas encontrados na rotatória da Praça Chico Major, no Bairro do Lavapés. A obra é de caráter emergencial.

Com o objetivo de adequar as dimensões da nova canalização, aumentar a vazão de água e evitar que enchentes ocorram no local, nesta semana a Prefeitura autorizou a compra direta, com dispensa de licitação, de 155 aduelas em concreto, dos modelos fechadas e tipo L, nas dimensões: 2,5×2,5; 3,5×2,5; e 4,0×2,5.

Segundo a Prefeitura, máquinas de grande porte estão no local para garantir melhor eficiência e agilidade nos trabalhos, sendo duas escavadeiras sobre esteiras, uma de 22 toneladas com caçamba de 1,5m³ e outra de 24 toneladas equipada com pulsão pneumática de 2.200 kg.

Também há no local dois rompedores manuais com compressores, sendo um deles elétrico que permite a utilização de policorte, e dois caminhões basculantes. Os equipamentos e maquinários utilizados são próprios da Prefeitura e outros alugados de empresa terceirizada, a A3 Engenharia.

A obra de caráter emergencial se fez necessária, pois a estrutura local está em processo de falência, tendo em vista que é uma construção muito antiga.

Havia depressões no entorno da rotatória, no solo, pois as pedras de sustentação e os pilares ruíram, causando a obstrução e comprometendo a vazão do ribeirão Lavapés, que passa por baixo da praça.

Como medida preventiva, no dia 17 de janeiro o local foi interditado e criados desvios do trânsito pelas ruas paralelas. Para quem utiliza a avenida no sentido Taboão, o desvio acontece pela Avenida São Lourenço. Já aos motoristas que seguem em sentido ao Centro são orientados a seguir pela Rua Dona Carolina.

Por ser uma obra de emergência, quem está à frente das atividades é a Secretaria Municipal de Serviços.

No dia 20 de janeiro, foi publicado na Imprensa Oficial o Decreto Municipal nº 3.166, que declarou em “situação de emergência” as áreas que margeiam o Ribeirão do Lavapés no trecho da Praça Chico Major, considerando as avarias surgidas na rotatória da Praça Chico Major em decorrência das fortes chuvas, o surgimento de diversas rachaduras no leito da via, bem como da constatação da ruptura de diversas vigas que sustentam a laje, situação poderia ocasionar o desabamento da área.