Cotidiano

Nova sede da Polícia Técnico-Científica será concluída no fim deste semestre

publicado em 22 de fevereiro de 2020 - Por BJD
Governo do Estado investiu R$ 4,9 milhões na nova sede da Polícia Técnico-Científica (Gerson Gomes/Bragança-Jorna)

O deputado Edmir Chedid (DEM) declarou na última quarta-feira, 19, que a Superintendência da Polícia Técnico-Científica (SPTC), vinculada à Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP), deverá realizar no fim do semestre a entrega oficial da sede da instituição em Bragança Paulista.

A construção está sendo executada em atendimento à reivindicação do parlamentar ao Estado.

O investimento referente à construção de sede, localizada na Praça 9 de Julho (ao lado da sede da 1ª Cia. Polícia Militar), é de R$ 4,9 milhões. “A informação é de que as atividades estão em fase de conclusão. Desta forma, a Superintendência entende que até o fim deste semestre poderá realizar a entrega oficial dessa sede. Trata-se de um local importante às atividades da Polícia Técnico-Científica”, afirmou Edmir.

De acordo com o parlamentar, a sede receberá as atividades do Instituto de Criminalística, que atualmente funciona na Rua José Adriano Marrey Júnior, 260, na Vila Municipal; e do Instituto Médico Legal, que hoje está no prédio da Delegacia Seccional de Polícia Civil, na Avenida dos Imigrantes, 39, no Taboão. “Na prática, a sede irá proporcionar mais conforto e agilidade às atividades dos policiais”, disse.

Edmir Chedid lembrou que a sede também será essencial às atividades das polícias Civil e Militar, assim como do Departamento Estadual de Trânsito (Detran.SP). “Esta era uma antiga reivindicação dos profissionais da segurança pública e da própria comunidade, que também terá acesso mais rápido e facilitado às ações da Polícia Técnico-Científica de Bragança Paulista”, complementou.

PROBLEMAS DE ATENDIMENTO

O Bragança-Jornal vem acompanhando há tempos a situação do atendimento do IML na cidade. Após vários meses de reclamações sobre o atendimento precário oferecido pelo posto, em meados de julho do ano passado foram regularizadas as atividades, bem como a retomada da realização dos exames necroscópicos, que estavam sendo encaminhados para a cidade de Jundiaí.

Desde que as atividades foram interrompidas em Bragança Paulista, o deputado Edmir Chedid apresentou uma série de requerimentos à Secretaria de Estado da Segurança Pública com o intuito de garantir o retorno imediato do atendimento prestado pela unidade local do IML. Também participou de reuniões com o governador e o vice-governador do Estado, João Doria e Rodrigo Garcia, respectivamente, para solucionar os problemas que afetavam a comunidade. Além disso, o Ministério Público, por meio do promotor Rogério José Filócomo Júnior, da 3ª Promotoria, também solicitou providências junto ao Estado.

VELÓRIO MUNICIPAL

O parlamentar também destacou os investimentos da Prefeitura de Bragança Paulista relacionados às obras de melhorias e para os serviços de readequação das instalações do Velório Municipal. No total, serão destinados R$ 280 mil para a readequação dos banheiros, com a instalação de fraldário, troca de pisos e telhados, além da instalação de um sistema central de ar-condicionado.

“As atividades deverão iniciar entre março e abril. Além dos benefícios, a prefeitura ofereceu ao Estado uma área anexa ao Velório Municipal para a construção do prédio do Instituto Médico Legal (IML), que atualmente funciona numa área privada do município. A intenção do prefeito Jesus Chedid e do vice Amauri Sodré é promover melhorias que resultem em mais conforto à população”, concluiu Edmir.

MAIS R$ 300 MIL A BRAGANÇA PAULISTA

A Secretaria de Estado de Desenvolvimento Regional confirmou na segunda-feira, 17, o repasse de mais R$ 300 mil à Prefeitura de Bragança Paulista. O recurso financeiro foi destinado pelo deputado Edmir Chedid a partir de emenda impositiva indicada ao orçamento do governo estadual.

De acordo com o parlamentar, o recurso financeiro deverá ser utilizado para a ampliação dos programas e projetos em infraestrutura urbana desenvolvidos pela administração pública municipal. “Com esta verba, a prefeitura poderá continuar o recapeamento do pavimento asfáltico dos bairros. Esta, afinal, tem sido uma preocupação da atual gestão”, disse Edmir.