Cotidiano

Municípios da Região Bragantina voltam a discutir a APA Cantareira

publicado em 2 de março de 2021 - Por BJD
Além de autoridades locais e do deputado estadual Edmir Chedid, estiveram presentes os prefeitos de Nazaré Paulista, Joanópolis, Piracaia e Vargem (Secom)

Na tarde de segunda-feira, 1º de março, prefeitos da Região Bragantina se reuniram em Bragança Paulista para discutirem mais uma vez a questão do Plano de Manejo da Área de Proteção Ambiental – APA Sistema Cantareira –, instituído pelo Decreto 65.244/2020 do Governo do Estado de São Paulo.

A medida gera impactos negativos nas formas que envolvem o uso e a ocupação do solo dos municípios, assim como na implantação e ampliação de atividades e de empreendimentos imobiliários. Além de Bragança Paulista, as cidades de Atibaia, Joanópolis, Mairiporã, Nazaré Paulista, Piracaia e Vargem também são atingidas.

O Decreto do Governo do Estado chega a inviabilizar inclusive os empreendimentos imobiliários em processo de aprovação nos municípios.

A reunião, realizada no Gabinete da Prefeitura de Bragança Paulista, contou com a participação do vice-prefeito Amauri Sodré, dos prefeitos de Nazaré Paulista, Murilo Pinheiro; de Joanópolis, Adauto Oliveira; de Piracaia, Silvino Cintra; e de Vargem, Leodécio Alves; do deputado estadual Edmir Chedid; e dos secretários municipais de Meio Ambiente, Nádia Zacharczuk; de Planejamento, Marcelo Alexandre Soares da Silva; e de Assuntos Jurídicos Tiago José Lopes.

Os representantes dos municípios inseridos no Plano de Manejo da Área de Proteção Ambiental – APA Sistema Cantareira – solicitaram a revogação ou a suspensão do decreto.

O deputado estadual Edmir Chedid afirmou que irá agendar uma reunião com os representantes do Governo do Estado, os secretários de Meio Ambiente Marcos Penido e de Desenvolvimento Regional Marco Vinholi para dar continuidade à discussão do tema.

Desde fevereiro o deputado Edmir Chedid tem articulado reuniões com autoridades para tratar desse assunto. Em 23 de fevereiro, representantes da Prefeitura de Bragança tiveram a oportunidade, por exemplo, de levar essa preocupação ao secretário de Estado de Agricultura e Abastecimento, Gustavo Junqueira.

Conversas no Facebook