Cotidiano

Morre Renato Caffé, radialista da 102 FM

publicado em 2 de dezembro de 2020 - Por BJD
Reprodução / Facebook

Faleceu na tarde da última segunda-feira, 30 de novembro, o radialista Renato Dantas dos Santos, mais conhecido como Renato Caffé, da equipe de esportes da Rádio 102 FM.

Ele tinha 51 anos e não resistiu às complicações causadas por um tumor no pâncreas, conforme divulgado pela emissora.

Natural de São Paulo-SP, ainda criança Renato Caffé se mudou com para Bragança Paulista com a família, e na década de 80 começou sua carreira profissional de radialista. Na 102 FM foi um dos idealizadores e apresentadores do programa “Grafite”.

Na Equipe de Esportes da emisora, acompanhou o Bragantino em transmissões por todo o Brasil, e também angariou respeito e simpatia de atletas, jogadores e dirigentes do esporte amador. Caffé trabalhou também na Rádio Bragança AM e na Web-Rádio DGMYX.

“Gentil e atencioso, Caffé era visto diariamente andando pelas calçadas do centro comercial, visitando amigos do Mercadão, das bancas de jornais, das lojas, casas lotéricas e academias que freqüentava. Renato Caffé deixa uma linda história construída nos ambientes do entretenimento e do esporte”, relatam seus colegas de emissora.

No começo da entrevista coletiva após o empate contra o Fluminense, na segunda-feira, o técnico do Red Bull Bragantino, Mauricio Barbieri, homenageou o radialista.

O corpo do radialista foi sepultado na tarde de terça-feira, 1º de dezembro, no Cemitério da Saudade.

Conversas no Facebook