Cotidiano

Médicos não retornam e perícias agendadas no INSS são suspensas; em SP, agências seguem fechadas por decisão judicial

publicado em 14 de setembro de 2020 - Por BJD
Agência do INSS de Bragança Paulista, localizada na Rua Cel. Osório, segue fechada por determinação judicial (Bragança-Jornal)

Após os médicos peritos decidirem não retomar as atividades presenciais previstas para esta segunda-feira, 14 de setembro, o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) decidiu suspender as perícias agendadas até que sejam realizadas inspeções que comprovem a adequação dos consultórios das agências para o atendimento ao público.

Em São Paulo, em razão de uma decisão judicial as agências permanecem fechadas. “O segurado que tinha agendamento para avaliação pericial, deve desconsiderar e proceder com a remarcação pelo Meu INSS e telefone 135”, disse o INSS em nota. A Associação Nacional dos Peritos Médicos Federais (ANMP) informou que a categoria decidiu não retomar as atividades presenciais, devido apenas 12, das mais de 800 agências com serviço de perícia, serem aprovadas nas vistorias realizadas pela entidade.

O INSS informou que, a partir desta segunda-feira, as inspeções nas agências serão feitas em conjunto com a Secretaria Especial de Previdência e Trabalho. “Comprovando-se a adequação dos consultórios, a perícia retomará o atendimento nessas unidades”, destacou.

SÃO PAULO

Em São Paulo, as agências seguem fechadas por decisão judicial. ”O INSS, através da Procuradoria Federal Especializada – INSS (PFE-INSS), recorrerá à decisão, e espera que a Justiça entenda o caráter essencial do serviço prestado por esta Autarquia. A reabertura das agências se mostra indispensável para que parte da população que precisa dos serviços presenciais não seja prejudicada, especialmente neste momento de pandemia”, disse em nota enviada ao Bragança-Jornal.

Conversas no Facebook