Cotidiano

Lago da Hípica: Prefeitura estuda recorrer; Sabesp é lacônica

publicado em 19 de janeiro de 2019 - Por BJD

Nesta semana, o Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo (TJSP) publicou acórdão do processo julgado em segunda instância pela 2ª Câmara Reservada ao Meio Ambiente, que manteve a condenação de primeira instância em relação ao assoreamento do Lago da Hípica Jaguari.

Após a publicação do acórdão, o Bragança-Jornal contatou as partes, Prefeitura e a Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp) para se manifestarem.

Matéria completa na edição impressa de sábado, 19 de fevereiro.