Cotidiano

Iniciativas para atendimento a crianças e adolescentes são discutidas pelo Executivo, Legislativo e MP

publicado em 25 de maio de 2019 - Por BJD

Na tarde de quinta-feira, 23 de maio, uma reunião envolvendo os poderes Legislativo e Executivo e o Ministério Público foi realizada no Palácio Santo Agostinho, com o intuito de discutir políticas públicas para crianças e jovens que vivem em áreas de maior vulnerabilidade social, como forma de prevenção primária.

O Promotor de Justiça da Infância e Juventude, Ricardo Brainer Zampieri e os vereadores Marcus Valle e Cláudio Moreno foram recepcionados pelo prefeito Jesus Chedid e o vice Amauri Sodré.

As discussões acerca de ações e projetos voltados a jovens em vulnerabilidade social e expostos a elevados índices de criminalidade, principalmente no tocante ao tráfico de drogas, surgiram com a exposição de dados, diagnósticos e levantamentos pelo promotor Ricardo em duas oportunidades na Tribuna Livre da Câmara Municipal.

O Bragança-Jornal também já divulgou matérias sobre o assunto, com base no relatório da Promotoria, que traz um mapeamento das regiões com altos índices criminais em Bragança e o envolvimento dos jovens nesses crimes, possibilitando a identificação precisa das localidades em que há iminente necessidade de intervenção do Poder Público para minimizar o envolvimento deles com o tráfico de drogas, garantindo-se, assim, a prioridade absoluta de atendimento.

Nesse levantamento, além dos dados e estatísticas da política criminal, também foram integradas demandas oriundas dos próprios jovens através do Projeto Papo Sério e informações da Fundação Casa e da Associação Companheiros do Menor de Bragança Paulista (Comenor).

Partindo disso, os Poderes Executivo e Legislativo e o Ministério Público se unem com o intuito de viabilizar um projeto que ofereça aos jovens dessas comunidades atividades culturais, educativas e desportivas no contraturno escolar. O projeto piloto deverá ser na região do Conjunto Habitacional Saada Nader Abi Chedid (CDHU), no Bairro Uberaba.

A fim de alinhar as ideias e esboçar uma proposta realista para a execução do projeto piloto, o prefeito Jesus Chedid sugeriu que os vereadores e os secretários das pastas de Cultura, Educação, Ação Social, Assuntos Jurídicos, Saúde e membros do Conselho Municipal dos Direitos das Crianças e Adolescentes se reunissem na próxima semana. Após esse encontro, deverão ser apresentadas ao Executivo e à Promotoria de Justiça as estratégias para implantação e execução do projeto no município e posterior propagação em outros pontos da cidade.