Cotidiano

Incubadora de Empresas é inaugurada na Penha

publicado em 19 de outubro de 2020 - Por BJD
Deputado Estadual Edmir Chedid também participou da cerimônia de inauguração (SECOM)

No final da tarde da última sexta-feira, 16 de outubro, foi inaugurado o Centro Bragantino de Inovação, um projeto de ‘Incubadora de Empresas’ para desenvolvimento de tecnologia e inovação, em parceria com o Instituto Federal (IFSP).

A incubadora de empresas em Bragança Paulista tem como propósito alavancar o arranjo produtivo local, proporcionar geração de empregos, qualidade de mão de obra e recursos para o município.

As incubadoras são instituições que auxiliam micro e pequenas empresas nascentes ou que estejam em operação, que tenham como principal característica a disponibilização de produtos e serviços no mercado com significativo grau de inovação. Na reforma do prédio da Incubadora, antiga sede do IFSP, ao lado da Fesb, a Prefeitura de Bragança Paulista investiu R$ 268.580,12.

HISTÓRICO

As primeiras discussões para a implantação de incubadora de empresas ocorreram em 2017, quando o vereador Paulo Mário Arruda de Vasconcellos iniciou articulações junto às entidades de ensino e empresariais, e o secretário de Governo, Desenvolvimento Econômico e Inovação, Marcos Tasca, abraçou a ideia e juntos visitaram as incubadoras de Itajubá e Florianópolis.

Em entrevistas ao Bragança-Jornal na época, Paulo Mário e Tasca ressaltaram que a incubadora seria um benefício para o município. “Estamos somente procurando abrir portas para gerar empregos no município e implantar a incubadora”, declararam na ocasião.

Em julho de 2018, a Prefeitura e a unidade local do Instituto Federal São Paulo (IFSP) assinaram um acordo de cooperação para o desenvolvimento de atividades educacionais, científicas, tecnológicas e de inovação, voltadas à implementação do Centro Bragantino de Inovação.

Desde o começo, a ideia era utilizar o antigo prédio do Instituto Federal, ao lado da Fesb, no Bairro da Penha. No entanto, a Fesb entrou com uma ação na Justiça Federal contra o IFSP pedindo a rescisão contratual e reintegração de posse.

No entanto, em novembro de 2018, a Prefeitura deu um passo importante para a efetivação da incubadora de empresas. O prefeito Jesus Chedid assinou o decreto 2.818/2018, que tornou de utilidade pública, para fins de desapropriação, parte do imóvel que pertence à Fundação de Ensino Superior de Bragança Paulista (Fesb) para desenvolvimento de atividades educacionais, científicas, tecnológicas e de inovação de incubadora de empresas a ser implantado.

Conversas no Facebook