Cotidiano

Husf apresenta demanda em reunião com vereadoras

publicado em 22 de março de 2022 - Por BJD
Da esquerda para direita: Mariele Rodrigues de Almeida (Assessora de Diretoria) André Aparecido de Oliveira (Advogado) Leandro José Uliam (Diretor Administrativo) Gislene Bueno (Presidente da Câmara) Frei Israel (Diretor Geral) Pedro Izzo (Diretor Técnico) Fabiana Alessandri (vereadora) - Foto: DCI

Gislene Bueno e Fabiana Alessandri voltaram a se reunir com entidade para discutir o tratamento oncológico; hospital apresentou dificuldade que foi encaminhada

A presidente da Câmara Municipal de Bragança Paulista e presidente do Parlamento Regional da Bragantina, Gislene Cristiane Bueno (Gi Borboleta), e a vereadora Fabiana Alessandri, voltaram a se reunir, com o diretor geral do Husf (Hospital Universitário São Francisco de Assis), frei Israel Lima, para discutirem o projeto de Decreto Legislativo 1/2022, de autoria das duas vereadoras, que cria a Frepaato (Frente Parlamentar para Debater Especificamente Assuntos Relativos aos Serviços e Demandas do Tratamento Oncológico) e a situação do tratamento oncológico no município e região.

Na reunião, o Husf informou que estava tendo dificuldade para o credenciamento da radioterapia junto ao Governo do Estado para o atendimento do SUS (Sistema único de Saúde). A demanda foi levada ao deputado estadual Edmir Chedid.

O Husf é a única instituição referência em tratamento oncológico e em procedimentos de média e alta complexidade para Bragança Paulista e mais 11 municípios da região e, desde abril de 2021, conta com o serviço de radioterapia.

O frei Israel Lima também apresentou sugestões para a melhoria do tratamento  oncológico na cidade, que serão encaminhadas à Frepaato. O decreto legislativo de criação da frente se encontra nesse momento nas comissões permanentes da Câmara Municipal.

A intenção da instalação da Frepaato é promover ações e gestões para aprimorar as políticas públicas no tratamento oncológico. A Frente poderá marcar audiências públicas, fiscalizar e cobrar a execução de políticas públicas e, ao final dos trabalhos, elaborar relatório das atividades que será encaminhado à Mesa Diretora da Câmara Municipal para as devidas providências. A Frente terá o prazo de funcionamento de 180 dias, podendo ser prorrogada por mais 180 dias.

“Antes mesmo da instalação oficial da Frente, ela já vem apresentando resultado. A reunião com os representantes do Husf foi muito produtiva, pois além de recebermos sugestões, tivemos a informação da dificuldade do hospital e encaminhamos para o deputado Edmir Chedid, que já resolveu a pendência”, afirmou a presidente da Câmara.

“A implementação da frente parlamentar será muito importante para termos a real situação de como anda o tratamento oncológico no nosso município e na região. Poderemos também ter conhecimento das dificuldades que o Husf enfrenta e, com esse panorama completo, oferecermos políticas públicas mais eficientes. Como aconteceu no caso da radioterapia. Estou muito otimista com o trabalho que vamos desenvolver”, afirmou a vereadora Fabiana Alessandri.

Conversas no Facebook


Secured By miniOrange