Cotidiano

Filho de bragantino ganha título de Embaixador para a Paz

publicado em 5 de março de 2021 - Por BJD
Ady Wanderley Ciocci, Embaixador para a Paz (Arquivo Pessoal)

A Federação para a Paz Universal (UPF para a sigla em inglês), criou uma rede global de embaixadores, que propagam os Princípios da Paz com o intuito de estimular o fim de conflitos. O advogado Ady Wanderley Ciocci, filho do bragantino Wanderley Ciocci, é um deles.

De acordo com Ady, a homenagem é fruto de uma indicação feita pelo ex-deputado federal Nelson Marquezelli, primeiro Embaixador para a Paz no Brasil, e do ex-presidente Michel Temer.

A Federação para a Paz Universal é uma ONG que adquiriu o status consultivo geral – ECOSOC – junto às Nações Unidas, em consequência de seus anos de trabalho aprofundando o tema da paz, de como conseguir a paz e de como trazer finalmente a harmonia sobre a terra.

A ONG elenca cinco princípios universais que são a base para a iniciativa dos Embaixadores da Paz: 1º – Deus é o Pai da Humanidade; 2º – Os Seres Humanos são Essencialmente de Natureza Espiritual; 3º – O Casamento é uma Instituição Sagrada; 4º – Ideal de Deus – Viver pela causa dos outros; e 5º – A Cooperação Inter-religiosa e Internacional são Essenciais para um Mundo de Paz.

Dentre os projetos de um Embaixador para a Paz estão a promoção de cooperação e o entendimento inter-religioso e inter-racial, além do respeito, da cooperação e da harmonia entre todos. “O sentimento que trago com essa homenagem é o de ter conseguido fazer diversas ações comunitárias e levar a palavra de paz a todos durante estas ações”, afirmou Ady.

O bragantino Wanderley Ciocci faleceu há exatos 2 anos, aos 80 anos, e está sepultado no Cemitério da Saudade, em Bragança Paulista. Ady, morador do município de Santos-SP, ainda conta com familiares residentes em Bragança Paulista e afirmou ter um grande carinho pela cidade, a qual passou a infância e adolescência aos fins de semana.

Conversas no Facebook