Cotidiano

Expectativa 2019 – Bragança

publicado em 28 de dezembro de 2018 - Por Shel Almeida
Para o Prefeito Jesus Chedid meta é reconstruir a cidadania da população.

Ritmo Acelerado
Prefeito Jesus Chedid avalia que os resultados de sua gestão estão sendo colhidos agora

Em seu quarto mandato à frente da Prefeitura Municipal, Jesus Chedid quer fazer deste o melhor de sua vida. Ele, que já comandou a cidade em três mandatos completos, além de outro por um período de um ano, percebe que os resultados desta nova gestão estão sendo colhidos agora. “Sabemos que 90% da população acredita em nosso trabalho e isso cria um ambiente melhor. Temos muitos compromissos de campanha e estamos tocando muitas obras. Assinamos um financiamento com a Caixa Econômica Federal para renovarmos a frota, um motivo de muita alegria”, afirma.

O encerramento do ano, para ele, foi de ritmo acelerado de trabalho, uma evidência de que a cidade respira novos ares: intensas reuniões, assinaturas de contratos, recuperação do crédito do município, inaugurações e busca por recursos. Além disso, diversas outras ações ficaram mais evidenciadas: obras de infraestrutura urbana, recapeamentos, recuperação de escolas e unidades de saúde, revitalização do paisagismo da cidade e mudanças no trânsito.. E os próximos passos já estão a caminho: contrato para saneamento; encerramento da Revisão e Atualização do Plano Diretor, colocar em prática o Plano de Mobilidade Urbana, implantar políticas de habitação e emprego.

Reconstrução

Para dar continuidade à este clima de compensação pelos esforços empreendidos, a avaliação do prefeito é de que os novos governos, federal e estadual, devam contribuir para que os projetos do município evoluam em 2019, como no caso do financiamento para combate às enchentes. Outros temas de relevância para o próximo ano são geração de emprego, habitação, e mobilidade urbana.

Grandes mudanças estão previstas para a zona sul da cidade, onde algumas áreas foram desapropriadas para obras na região. Jesus afirma, também, que irá trabalhar para a busca de empresas e recursos para construção de novas unidades habitacionais. “Vamos cumprir o compromisso de reconstruir Bragança. Não somente as paredes, os prédios, as ruas, mas reconstruir a cidadania da população”. Para ele, ainda “há muito o que fazer pela cidade”. Desta forma, pretende manter, para os próximos dois anos, o ritmo acelerado que sua administração tomou nestas últimas semanas de 2018.