Cotidiano

Estudantes estaduais elegem Grêmio Estudantil

publicado em 27 de fevereiro de 2019 - Por BJD

Nesta quinta-feira, 28 de fevereiro, todas as escolas estaduais do Estado de são Paulo realizam eleições para o grêmio estudantil. Trata-se de uma experiência democrática que envolve todos os alunos como protagonistas. No apoio, encontram-se gestores e professores.

Todas as etapas de uma eleição foram desenvolvidas em cada uma das escolas: divulgação da eleição, apresentação das regras eleitorais, formação das chapas, elaboração das propostas, debates e campanha junto a todos os colegas.

Os grêmios estudantis têm a finalidade de possibilitar maior participação dos alunos nas decisões da escola. Em 2018, por exemplo, a Secretária da Educação liberou R$ 5.000,00 para cada uma das escolas paulistas. A aplicação dessa verba e a prestação de contas deviam contar com a efetiva participação da diretoria do grêmio estudantil, como forma de melhor aplicação das verbas na perspectiva dos alunos e como experiência de gestão de recursos públicos. De outro lado, os grêmios costumam realizar eventos e atividades que contribuam para um maior dinamismo das escolas. Em alguns casos, buscam recursos junto à comunidade para as melhorias necessárias.

A eleição do Grêmio Estudantil da E.E. Prof. João Ernesto de Almeida Vanni, conforme informação do diretor, Antonio Carlos de Almeida, está muito agitada. São cinco chapadas, reunindo 50 alunos. O diretor avalia que  essa eleição e a atuação do grêmio é uma excelente experiência democrática e uma relevante forma de efetiva participação nos destinos da escola. Dentre os candidatos, muitos têm perfil de liderança a serem cultivados continuamente para o bem individual, da escola, da comunidade e da sociedade.