Cotidiano

Entidades recebem recursos do Fundo dos Direitos da Criança e do Adolescente

publicado em 13 de fevereiro de 2021 - Por BJD
Os repasses foram feitos pela Prefeitura, em solenidade no Paço Municipal (Secom)

Na última terça-feira, 9 de fevereiro, a Prefeitura realizou repasses financeiros do Fundo Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (FUMDICAD) a entidades que atuam nesta frente no município. Cada entidade apresentou projetos para realização de trabalhos direcionados às crianças e adolescentes.

SAMA

Os três projetos do SAMA que foram aprovados e receberam o repasse, são: “Corpo ativo, mente sadia” (R$ 54.010,00), “Mundo na ponta dos dedos” (R$ 52.385,00) e “Refletir e conviver” (R$ 31.367,00). Ao todo, R$137.762,00 foram repassados à entidade.

O projeto “Corpo ativo, mente sadia” visa o desenvolvimento integral das crianças e/ou adolescentes acolhidos, por meio de atividades físicas, possibilitando o conhecimento do seu corpo. O “Mundo na ponta dos dedos” tem o intuito de possibilitar às crianças e aos adolescentes interagirem com o mundo globalizado atual e obterem habilidades relacionadas à tecnologia de informação e comunicação, requisitos indispensáveis para a integração social e fortalecimento da cidadania.

E o “Refletir e conviver” busca trabalhar com a família, proporcionando um novo olhar quanto ao cuidado e o bem-estar de todos eles, preservando vínculos com a família de origem, salvo determinação judicial em contrário, assim como possibilitar convivência comunitária.

COMENOR

Os projetos da COMENOR são: “Equânime a arte pela arte”, “Capacitação e ações transformando vidas, dando informação” e “Chega de Mi Mi Mi, sua ação pode prevenir”, cujo repasse foi de R$ 55 mil para cada um.
No “Equânime a arte pela arte” serão abordados com as crianças temas como literatura, música e arte.

No “Capacitação e ações transformando vidas, dando informação” serão realizados cursos sobre hotelaria e gastronomia, pensando na empregabilidade dos jovens. O projeto “Chega de Mi Mi Mi, sua ação pode prevenir” será realizado em toda rede estadual e municipal, abordando a valorização da vida, com ênfase na prevenção ao álcool e drogas.

LAR DA BENÇÃO

O Lar da Benção recebeu o repasse no valor de R$ 50.353,34, com o projeto “Fazendo Minha História”, que tem como objetivo favorecer o desenvolvimento integral de crianças e adolescentes acolhidos através da mediação de leitura e registro das histórias de vida em álbuns individuais. Com o recurso, o projeto será ampliado e terá continuidade no município, visto que desde 2018 o projeto é realizado no lar.

Conversas no Facebook