Cotidiano

Energia elétrica: Prazo para recadastramento rural é ampliado

publicado em 6 de novembro de 2019 - Por BJD

O prazo para a entrega da documentação referente ao recadastramento rural dos clientes da Energisa foi prorrogado até o dia 20 de novembro de 2019.

Desde abril desse ano, o Governo Federal e a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) estão convocando consumidores de todo o país classificados como rural, que exercem atividade agrícola e rural ligados à irrigação e aquicultura, e que possuem descontos tarifários na conta de energia elétrica, para atualizarem o seu cadastro junto a sua distribuidora de energia.

O recadastramento deve ser realizado nas agências de atendimento da empresa, que abrangem cidades da Região Bragantina e Sul de Minas.

A atualização cadastral garante a permanência do benefício ao cliente, que dá descontos da tarifa de energia elétrica, dependendo da região e classe de consumo, de até 90%. Entre essas classes se enquadram, por exemplo, consumidores que exercem atividades como agropecuária rural ou urbana, residencial rural, cooperativa de eletrificação rural, agroindustrial, serviço público de irrigação rural, escola agrotécnica e aquicultura.

“A Energisa está atendendo uma determinação do Governo Federal para conceder o desconto apenas para aqueles que estiverem enquadrados nas respectivas classes. Os consumidores das cidades convocadas que não comparecerem para atualização dentro do prazo definido, perderão automaticamente o desconto”, afirma a concessionária.

Para se recadastrar, os clientes devem procurar qualquer agência da Energisa até 20 de novembro, portando os documentos específicos para a sua categoria, que variam entre rural e irrigante. Para saber quais são os documentos necessários ou tirar qualquer dúvida, basta ligar gratuitamente para o Call Center 0800 70 10 326 ou acessar www.recadastramentoenergisa.com.br.

Confira a lista das cidades convocadas para o recadastramento 2019 na região: Bragança Paulista, Bueno Brandão, Camanducaia, Cambuí, Córrego do Bom Jesus, Estiva, Extrema, Itapeva, Munhoz, Pedra Bela, Pinhalzinho, Senador Amaral, Toledo, Tuiuti e Vargem.