Cotidiano

Empresa pede rescisão de contrato e Zona Azul Digital está suspensa

publicado em 10 de julho de 2020 - Por BJD

A Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana informou nesta sexta-feira, 10 de julho, que a empresa Transitabile Sistemas de Controle de Vagas Automotivas, pediu a rescisão do credenciamento do monitoramento da Zona Azul Digital.

Segundo a pasta, o serviço está suspenso desde o dia 8 de junho, e ”a empresa fará o ressarcimento das pessoas que têm créditos válidos, como parte do acordo de rescisão”.

O processo de licitação para a digitalização das vagas de estacionamento da Zona Azul em Bragança Paulista foi iniciado em fevereiro de 2018. Cinco empresas se apresentaram e foram credenciadas, ou seja, todas elas poderiam atuar na cidade, mas somente a Transitabile assumiu.

Além dela, foram credencias as empresas: Central Park; Brotale Tecnologia e Software; Serttel Soluções Mobilidade e Segurança Urbana; e Trânsito Certo.

O secretário de Mobilidade Urbana, Rogério Crantschaninov, disse que  a Prefeitura já está viabilizando a contratação de uma das empresas credenciadas para assumir o serviço, e por enquanto a cobrança da Zona Azul está suspensa.

Conversas no Facebook