Cotidiano

Em ato simbólico, combatentes bragantinos da Revolução de 1932 são homenageados

publicado em 10 de julho de 2020 - Por BJD
Secom

Para celebrar a memória dos soldados bragantinos que participaram da Revolução Constitucionalista de 1932, a Prefeitura de Bragança Paulista realizou um ato simbólico na última quinta-feira, 9, na Praça 9 de Julho, no Bairro do Taboão.

O vice-prefeito Amauri Sodré, e a secretária de Cultura e Turismo, Ana Lúcia Pereira, em homenagem póstuma aos bragantinos que lutaram bravamente na Revolução Constitucionalista de 1932, colocaram uma coroa de flores no monumento ao Soldado Constitucionalista.

“Prestamos nossa respeitosa homenagem aos soldados constitucionalistas, em especial aos combatentes bragantinos e seus familiares, com esse ato simbólico no monumento da Praça Nove de Julho”, afirmou a secretária Ana Lúcia.

A Revolução Constitucionalista de 1932, também conhecida como Revolução de 1932 ou Guerra Paulista, foi uma revolta que o Estado de São Paulo organizou contra o governo Getúlio Vargas (1930-1945). Embora o ato não tenha provocado resultado imediato, o movimento gerou avanços democráticos e sociais para o Brasil.

Conversas no Facebook