Cotidiano

Contas de luz ficam mais caras

publicado em 10 de julho de 2019 - Por BJD

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) aprovou na terça-feira, 9 de julho, o índice de reajuste tarifário da Energisa Sul-Sudeste. O efeito médio a ser percebido pelo consumidor será de 1,30%, e passa a valer a partir de 12 de julho, sexta-feira.

Segundo a Energisa, concessionária responsável pela distribuição de energia elétrica em Bragança Paulista, os consumidores de baixa tensão, que correspondem a cerca de 85%, terão um efeito médio de 0,16%. Já a alta tensão, para indústrias, por exemplo, o reajuste é de 4,10%. “Do total reajustado, apenas 0,34% ficarão com a distribuidora”, afirmou a assessoria da empresa.

O reajuste de tarifa é um processo regulado pela Aneel, previsto no contrato de concessão da empresa. Pela norma, o valor da tarifa poderá ser reajustado anualmente – o chamado Reajuste Tarifário Anual – e a cada cinco anos, no processo de Revisão Tarifária Periódica.