Cotidiano

Confisco de sítio em Atibaia é registrado em cartório

publicado em 6 de março de 2019 - Por BJD

A 1ª Vara Federal de Bragança Paulista informou a juíza Gabriela Hardt – juíza federal substituta brasileira da 13ª Vara Federal de Curitiba, onde tramitam, em primeira instância, processos da Operação Lava Jato – de que foi registrado, no Cartório de Atibaia, o confisco do Sítio Santa Bárbara

, pivô da condenação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva a 12 anos e 11 meses na Operação Lava Jato. A ordem de confisco do sítio está entre as determinações da sentença.

Matéria completa na edição impressa de quinta-feira, 7 de março.