Cotidiano

Com novo calendário escolar, alunos voltam às aulas na segunda-feira

publicado em 31 de janeiro de 2020 - Por BJD
Mais de 30 mil alunos voltam às aulas na próxima segunda-feira, 3, em Bragança Paulista (Bragança-Jornal)

Na próxima segunda-feira, 3 fevereiro, os mais de 27 mil alunos das redes municipal e estadual de Educação retornam às aulas. E neste ano letivo de 2020 os estudantes terão novidades no calendário escolar.

Estado e município unificaram os seus calendários e com isso haverá a introdução de mais dois novos recessos, um ao final do primeiro bimestre e outro no terceiro bimestre. As férias do segundo e do quarto bimestre ficam mantidas.

O Bragança-Jornal entrevistou nesta semana o secretário municipal de Educação, Adílson Moreira Condesso, que falou sobre as mudanças no calendário e também destacou a grande novidade na rede municipal que é a inserção do Ensino Integral em três unidades escolares, abrangendo 1.050 alunos.

A rede municipal conta com aproximadamente 15.300 alunos, divididos em mais de 780 turmas, entre crianças e adultos (pelo EJA – Educação de Jovens e Adultos). Já a rede estadual, Bragança tem aproximadamente 12.500 mil alunos.

Segundo Condesso, neste ano a Secretaria de Educação inovou com a central de vagas. “Agora os pais não precisam mais deixar o nome do filho em várias escolas, basta ligar na central de vagas. Com isso, temos o número real de espera na rede. Com a central, já matriculamos neste ano 455 novos alunos oriundos de outras cidades e estados, e também da rede particular”, afirmou o secretário.

UNIFORMES E KITS ESCOLARES

Os uniformes escolares já chegaram e os alunos receberão já na primeira semana. Os Kits Escolares também já estão sendo distribuídos diretamente nas escolas. “Os uniformes chegam à secretaria e depois distribuímos.

Já os kits também inovamos na licitação e distribuímos diretamente nas unidades escolares. São três empresas contratadas que atendem os ensinos fundamental, as creches e o Infantil 4 e 5”, explicou Adílson Condesso.

A rede oferecerá cerca de 25 mil refeições por dia, devido a Prefeitura também ser responsável pela alimentação dos alunos da Rede Estadual. No transporte escolar, cerca de 6 mil alunos são transportados por dia, entre Estado e Município.

A rede municipal conta com aproximadamente mil professores. “No começo da Administração, em 2017 e também 2018, sofremos muito com a falta de docentes, principalmente nas disciplinas de artes e inglês. Mas com a gestão austera do prefeito Jesus Chedid, conseguimos contratar no ano passado. Foi um investimento de R$ 4 milhões ao ano”, disse Condesso.

CALENDÁRIO

Em abril do ano passado, o governo do Estado de São Paulo anunciou mudanças no calendário escolar, com novos períodos de recesso. Com tempo para adequação, o município de Bragança Paulista também aderiu ao calendário estadual, unificando os cronogramas.

“Para o professor Rossieli Soares [secretário estadual de Educação] essa mudança reduz o período que o aluno fica longe da escola”, compartilhou Adílson. Com a mudança, haverá a introdução de mais dois novos recessos, um ao final do primeiro bimestre e outro no terceiro bimestre.

As férias do segundo e do quarto bimestre ficam mantidas. Dessa forma, haverá recesso para professores e alunos entre os dias 20 e 24 de abril (fim do primeiro bimestre); período das férias (fim do segundo bimestre), na primeira quinzena de julho; período segundo recesso (fim do terceiro bimestre) entre 13 e 16 de outubro (na semana do Dia do Professor); e encerramento do ano letivo, a partir de 23 de dezembro.

“Os professores podem ficar tranquilos que não serão chamados nos períodos de recesso. Essa medida, a meu ver, dá um fôlego aos professores; para os pais também é bom, porque em julho os alunos ficam apenas 15 dias fora da escola”, afirmou Condesso.

ENSINO INTEGRAL

Outra grande novidade na Rede Municipal é a implantação do Ensino Integral. Três escolas terão a modalidade que atenderá 1.050 alunos: Padre Donato Vaglio, no Tanque do Moinho; Professor Abner Sperendio, na Planejada II; e Comendador Hafiz Abib Chedid (Caic), no Parque Brasil.

Os alunos dessas escolas terão aulas lúdicas no contra-turno escolar. Aqueles alunos matriculados no período da manhã terão outras atividades no período da tarde e vice-versas. “Não haverá diminuição no número de alunos, pois nós adotamos um modelo diferente do que o Estado adota hoje. Acredito que seja um modelo mais prático”, afirmou Condesso.

Os alunos dessas escolas estudarão das 8h00 às 17h00 e terão, além das aulas normais, oficinas de teatro, artesanato, robótica, música, dança, capoeira, jogos coletivos e recreação.

Segundo Condesso, os pais que não quiserem têm a opção de pedirem a transferência dos alunos.

REDE ESTADUAL IMPLEMENTA O ‘INOVA EDUCAÇÃO’

Na Rede Estadual também haverá novidades. Começa a vigorar o programa ‘Inova Educação’, anunciado no ano passado, que é um modelo pedagógico pioneiro que vai conectar as escolas à realidade dos estudantes do século 21. O Inova será ofertado a todos os dois milhões de estudantes matriculados nos anos finais do ensino fundamental e do ensino médio na rede estadual de São Paulo.

Estes estudantes ganharão uma aula a mais e um aumento na carga horária de 15 minutos por dia. Serão sete aulas diárias de 45 minutos cada, ao invés de seis como era no ano passado. Todas as disciplinas regulares ficam mantidas.
Os estudantes do período matutino passam a sair da escola às 12h35 – não mais às 12h20. No período vespertino, a saída será às 18h35 – no ano passado era às 18h20.

NOVAS AULAS

Entrará no currículo obrigatório duas aulas por semana de uma atividade chamada “Projeto de Vida”, mais duas aulas do componente Eletivas e uma de Tecnologia e Inovação.

As disciplinas eletivas serão oferecidas a partir do levantamento dos sonhos e anseios dos estudantes e das possibilidades de oferta dos professores. Alguns exemplos de temas são: empreendedorismo, ética e cidadania, olimpíadas de conhecimento, teatro, comunicação não violenta e mediação de conflitos, entre outros.

Além disso, serão disponibilizadas duas aulas semanais de Projeto de Vida, onde os estudantes farão atividades para definirem seus objetivos, planejarem seus rumos futuros e se organizarem para chegar onde querem. As atividades abrangem ética e cidadania, sonhos, projetos na comunidade, mundo do trabalho, vida acadêmica etc.

Por fim, a disciplina de Tecnologia e Inovação pretende trabalhar três eixos: pensamento computacional; tecnologias digitais da informação; e comunicação e letramento digital.