Cotidiano

Com dificuldades, Usina de Reciclagem tenta se recuperar após incêndio

publicado em 8 de novembro de 2019 - Por BJD
Cooperativa teve prejuízo de mais de R$ 200 mil em equipamentos (Crédito: Gerson Gomes/Bragança-Jornal)

Na última segunda-feira, 4 de novembro, completou um mês do incêndio que atingiu a Cooperativa Bragança Recicla, situada na Usina de Reciclagem no Jardim São Miguel. Ainda com mais dificuldades, o grupo tentar se reerguer.

A reportagem do Bragança-Jornal esteve na última quinta-feira, 7, e observou alguns parcos avanços e muitos problemas para a recuperação. Segundo Emílio Damascena, responsável pela unidade, a Cooperativa Bragança Recicla está sem fornecimento de energia e água. “Estamos providenciando. Agradeço muito a Prefeitura que tem nos ajudado nesse sentido”, disse.

Devido à falta de energia, os equipamentos não funcionam. “Tivemos que dispensar grande parte dos cooperados, mas com certeza, em breve eles estarão de volta”, disse.

Emílio estimou o prejuízo do incêndio em mais de R$ 200 mil em equipamentos. O fogo destruiu a esteira, a prensa, uma lavadora e uma secadora, equipamentos importantes utilizados no processo de reciclagem. Segundo ele, a esteira de triagem é considerada o “carro chefe” da reciclagem.

Logo após o incêndio, eles já começaram a reconstruir a esteira, mas ainda faltam alguns detalhes. Emilio contou que está precisando de doação de cimento para pavimentar a área onde ficará a esteira nova. “Quanto aos outros equipamentos, estamos recuperando”, afirmou.

O projeto de reciclagem nasceu em 2002. Segundo Emílio, foram vários percalços. Esse, praticamente, é o terceiro recomeço. Em 2011, uma briga entre a diretoria desfez a Cooperativa “Recicle Bragança” e Emílio fundou a cooperativa atual. Anos mais tarde, em 2015, a cooperativa foi obrigada a sair da Hípica Jaguari e se instalou no São Miguel, onde está até hoje. E no dia 4 de outubro, um incêndio atingiu o local, destruindo tudo.

Para mais informações sobre a cooperativa, contatar o responsável Emílio pelo telefone (11) 98623-3960.