Cotidiano

Câmara adquire veículos novos e doa usados à Prefeitura

publicado em 3 de janeiro de 2020 - Por BJD
Nissan/Versa: Imagem Ilustrativa

A Câmara Municipal, no final do ano de 2019, adquiriu, via licitação, seis novos carros 0 Km, da marca e modelo Nissan/Versa, para substituição de sua frota.
Os carros substituídos foram doados pelo Legislativo ao Poder Executivo, através do último ato assinado pela presidente da Câmara, vereadora Beth Chedid, no exercício de 2019. Foram doados cinco carros Renault/ Logan 1.6, quatro portas, flex, pretos, ano de fabricação 2013, modelo 2014, avaliados em média R$ 36 mil cada.

NOVOS CARROS

A Câmara Municipal finalizou no final do ano o processo licitatório para a compra de seis automóveis 0 Km. Durante o processo, a presidente do Poder Legislativo, Beth Chedid, afirmou ao Bragança-Jornal que, após estudos, verificou-se que a compra de veículos novos era mais viável que o aluguel.

A empresa vencedora do certame foi a Smart Comércio de Veículos Ltda., que ofertou o preço total de R$ 317.700,00 para seis veículos sedan, zero quilômetro, ano 2019/modelo 2019. Cada veículo sairá por R$ 52.950,00. Beth afirmou que a compra dos novos veículos se deu pela necessidade de renovar a frota.

Dos seis carros adquiridos em 2013, cinco Renault Logan sedan serão doados à Prefeitura, que tem na Secretaria de Serviços mecânicos próprios para fazer a manutenção. Estes veículos estão com mais de 90 mil quilômetros rodados e a manutenção deles têm ficado mais cara com o passar dos anos. “O vereador precisa do carro para o trabalho, principalmente na zona rural. Muitos vereadores utilizam o próprio veículo aqui na cidade, mas temos 900 quilômetros de estradas na zona rural. Aqui na Câmara, os carros são bem controlados, pois o uso é regulamentado”, afirmou Beth na ocasião.

A diretora do departamento Financeiro da Câmara, Valdênia Lugli de Souza, explicou à época que a vida útil dos veículos é, em média, 6 anos. Segundo ela, foram feitos estudos para a locação e chegou-se à conclusão que seria mais viável a compra de novos veículos. O custo de aluguel seria numa média de R$ 4 mil/veículo/mês.

Considerando a vida útil de 6 anos, o aluguel seria mais custoso aos cofres públicos”, afirmou a diretora financeira. Numa conta rápida, seis carros alugados custariam aproximadamente R$ 24 mil/mês, o que daria R$ 288 mil ao ano.

De acordo com Beth, na última legislatura, dos seis carros comprados, um é de luxo, Ford/Fusion. Este ficará ‘stand by’. “É um carro muito sofisticado para ser usado na zona rural”, afirmou Beth.