Cotidiano

Bragança Paulista terá mais quatro escolas estaduais em tempo integral

publicado em 9 de novembro de 2020 - Por BJD
A EE Casper Líbero é uma das escolas contempladas (Arquivo Bragança-Jornal)

O Programa de Ensino Integral (PEI) desenvolvido pela Secretaria de Estado da Educação será expandido em Bragança Paulista a partir do próximo ano – o número de escolas públicas estaduais nessa modalidade passará de dois para seis.

A confirmação foi feita na última quinta-feira, 5 de novembro, pelo governador João Doria e o secretário da Educação Rossieli Soares.

A iniciativa do Governo do Estado irá contemplar alunos da EE Casper Líbero, na Vila Motta; EE D. Bruno Gamberini, no Jardim São Miguel; EE Profª. Mathilde Teixeira de Moraes, no Parque dos Estados; e EE Prof. Sebastião Ferraz de Campos, no Bairro Toró.

A EE Prof. Luiz Roberto Pinheiro Alegretti, no Jardim São Lourenço, e a EE Profª Maria José de Moraes Salles, no Bairro do Matadouro, já funcionam na modalidade de ensino integral.

As quatro unidades de ensino tiveram que se adequar aos critérios estabelecidos pela Secretaria de Estado a Educação, como possuir mais de 12 salas de aulas e atender a uma comunidade com maior vulnerabilidade socioeconômica.

O deputado Edmir Chedid comentou sobre a iniciativa do Governo do Estado. Para ele, a política de ensino em tempo integral é considerada uma prioridade para o governo estadual. “Por esse motivo, estou atuando na Assembleia Legislativa (Alesp) para aprovar os programas e projetos que possam resultar em melhorias às unidades que já integram o PEI, assim como para ampliar o número de escolas públicas em tempo integral no Estado”, disse.
Além das quatro unidades de ensino de Bragança Paulista, a EE Narciso Pieroni, de Socorro/SP, também irá oferecer ensino integral aos alunos.

Estas unidades integram a Diretoria de Ensino de Bragança Paulista e irão atender aos alunos dos anos finais do Ensino Fundamental e Ensino Médio. Pelo Programa de Ensino Integral, os alunos passam a ter uma matriz curricular diferenciada, que inclui projeto de vida, orientação de estudos e de práticas experimentais; terão acesso a clubes juvenis conforme os temas de interesses comuns (dança, debates, xadrez etc.); e irão frequentar disciplinas eletivas escolhidas de acordo com seus objetivos de carreira profissional.

IDEB MAIOR E META DO PNE

Dados do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) 2019 divulgados recentemente apontaram que as escolas do PEI de ensino médio de São Paulo cresceram 1,2 ponto em relação ao último indicador, enquanto as escolas da rede regular subiram 0,6.

As 33 escolas estaduais de São Paulo de ensino médio com melhores indicadores são todas integrantes do PEI. Nos anos finais do ensino fundamental, o cenário se repete: nove das dez primeiras escolas da rede estadual de São Paulo com melhores notas do Ideb são do PEI.

Estudos ainda mostram que o ensino integral aumenta a empregabilidade e renda dos egressos.

O investimento na modalidade ainda é uma das metas dos Planos Nacional e Estadual de Educação, que determinam que 50% das escolas devem oferecer o ensino integral até 2024 e 2026, respectivamente.

Conversas no Facebook