Cotidiano

Banhos em lagos são proibidos no município

publicado em 6 de fevereiro de 2021 - Por BJD
Lago da Hípica, agora revitalizado, pode ser apreciado de diversas maneiras, sendo proibido banho no local (Secom)

Durante o verão, muitas pessoas buscam maneiras de se refrescar, porém, é preciso estar atento para evitar acidentes e não infringir a legislação

É comum no verão as pessoas procurarem de lagos, lagoas e mananciais para se refrescarem. Porém, nadar em lagos urbanos é terminantemente proibido, conforme o Decreto Municipal nº 4.425, de julho de 2014, estando o infrator sujeito a advertência e multa fixada no valor de 100 Unidades de Valor Municipal (UVAMs), dobrada em caso de reincidência.

As proibições incluem o uso de embarcações motorizadas, exceto em eventos monitorados por profissionais. Embarcações sem motor são permitidas, desde que atendam às exigências de segurança, como o uso de colete “salva-vidas”, individual para cada ocupante.

Além de infringir a legislação, a pessoa que frequenta lagos e rios para banhos está sujeita a acidentes graves, especialmente relacionados ao afogamento – nesses locais não há supervisão de um salva-vidas, o que pode ainda ocasionar a demora no atendimento e agravamento da situação. A Prefeitura conta com a colaboração de todos os munícipes, para que aproveitem da melhor maneira os privilégios naturais do município, de forma responsável e consciente.

Conversas no Facebook