Cotidiano

Aglomerações em agências bancárias são debatidas na Comissão de Justiça da Câmara

publicado em 16 de outubro de 2020 - Por
37ª sessão semanal ocorreu na tarde da última terça-feira, 13 de outubro (DCI)

Durante a última sessão semanal da Comissão Permanente de Justiça, Redação, Defesa do Meio Ambiente e do Consumidor, após aprovação dos pareceres favoráveis a três moções, os vereadores debateram a necessidade de melhorias no atendimento das agências bancárias, especialmente com a mudança do município para fase verde do Plano SP de retomada da economia.

Marcus Valle foi quem trouxe o assunto à tona. “Recebi diversas reclamações de aglomerações nas agências no dia de hoje (13), além de caixas eletrônicos com problemas. Devia haver um esquema melhor para esse atendimento, ainda mais pós-feriado. Nossa comissão cuida também do direito do consumidor, por isso trago esse tema. Precisamos pedir providências urgentes aos bancos para melhorarem os atendimentos, aumentarem o número de caixas atendendo, ampliarem os horários”, disse Valle.

O presidente da Comissão, vereador Claudio Moreno, acatou a proposta. Em relação às falhas no atendimento dos caixas eletrônicos, Claudio sugeriu que no documento a ser enviado às agências sejam solicitadas justificativas para esses problemas.

Matérias em trâmite

Dentre as matérias que passaram pela comissão, foram aprovadas três moções de autoria do vereador Benedito Franco Bueno. Na moção 54/20, o vereador propõe ao Executivo a criação do Museu do Café. O relator foi Claudio Moreno, que destacou a importância histórica do café para cidade, além do atrativo turístico que o museu poderá ser para cidade e região.

Na moção 55/20, a proposta ao Executivo é que para criar um polo turístico, a Estrada Real de Bragança Paulista, que teve parecer favorável do relator Marcus Valle. A pauta se encerrou com a moção 56/20, que solicita ao Executivo envio de projeto de lei à Câmara, para instituir o Programa de Envelhecimento Ativo. Marco Antonio Marcolino foi o relator.

A Comissão também apresentou pareceres favoráveis aos protocolos gerais que sugerem denominação de bens públicos. Sebastião Garcia Amaral propõe a denominação de Estrada Jurandir Furtado de Almeida à via pública com início à esquerda da Rodovia Padre Aldo Bolini – sentido Centro-Bairro – km 74,5, localizada no Bairro Morro Grande e finalizando adjacente às margens da Represa Jaguari-Jacareí, no Bairro Sete Pontes.

Já Rita Leme propôs denominar Iracema Camargo de Araújo a via pública conhecida como Rua Sete, localizada no Loteamento Euroville II. Com a aprovação da Comissão, as matérias vão a Plenário para votação, agora como projetos de lei.

Conversas no Facebook