Cotidiano

3ª fase da restauração do antigo Colégio São Luiz entra no estágio final

publicado em 20 de abril de 2020 - Por BJD
Foto: SECOM

A 3ª fase da reforma do prédio do antigo Teatro Carlos Gomes e Colégio São Luiz, futuro Centro Cultural, entrou no estágio final. Segundo a Prefeitura, estão sendo encerrados os serviços nos telhados, calhas, cobertura do prédio, instalação de pára-raios e aterramento elétrico. Também estão sendo finalizadas a colocação dos pisos cerâmicos, de madeira e paviflex, a rede elétrica, paredes drywall, forro de gesso, portas e aparelhos sanitários, estruturas nos camarotes, escadas e pinturas, e estrutura metálica do módulo I, entrada principal do prédio. Quanto à climatização do local, os dutos do ar-condicionado foram instalados, faltando apenas a colocação da condensadora do ar-condicionado.

A previsão da entrega das obras dessa fase é no início de maio, quando a 4ª e última fase terá início.

Em março completou um ano da assinatura da ordem de serviço para a retomada das obras no local. Na época, o prefeito Jesus Chedid falou que o restauro desse prédio histórico, que será transformado num Centro Cultural, era a concretização de um sonho da população bragantina.

A 4ª e última fase do restauro compreende mobílias, toda estrutura do teatro, tratamento acústico, equipamentos de som e áudio, sancas, molduras, luminárias, dispositivos de acessibilidade universal, telefonia e rede, entre outros.

O Centro Cultural será composto por: saguões, átrio, teatro de arena para 100 espectadores, galeria de arte, salões de exposições, salas para oficinas, workshops e cursos, recepção, pátio, guarita, sanitários, camarins, 8 salas de aula, administrativo, secretaria, elevadores, Teatro Carlos Gomes para 284 espectadores com mezaninos, sala de apoio, Secretaria de Cultura e Turismo, biblioteca adulta com acervo para 22.500 livros e biblioteca infantil mais sala de leitura, salão de atos públicos, elevador panorâmico, entre outros espaços totalmente adaptados para acessibilidade.

A obra está sendo executada com recursos do Departamento de Apoio ao Desenvolvimento dos Municípios Turísticos (Dadetur).

Por intermédio do deputado estadual Edmir Chedid, a Prefeitura conseguiu recuperar para conclusão das obras convênios que estavam suspensos, de gestões passadas. Foram conquistados junto ao Dadetur R$ 6.891.570,00. A Prefeitura tem reservado para a conclusão do projeto mais R$ 3,2 milhões do Dadetur de 2019.