Coronavírus

Polícia prende manifestantes em carreata contra quarentena, em Belém, no Pará

publicado em 30 de março de 2020 - Por BJD
Carreata em Bragança Paulista. Manifestantes percorreram diversas ruas da cidade

Um grupo de manifestantes foi detido na manhã de domingo, 30 de março, em Belém, no Pará, porque descumpriram decreto estadual que proíbe aglomerações durante o período de epidemia da covid-19.

Segundo a informação veiculada no Portal UOL, dez pessoas foram levadas à delegacia. Os organizadores e participantes de atos podem responder pelos crimes de desobediência e infração de medida sanitária preventiva.

Em Bragança Paulista, na última sexta-feira, 27 de março, um grupo de manifestantes organizou uma carreata para pedir ao prefeito Jesus Chedid que liberasse a abertura do comércio em Bragança Paulista. Os manifestantes marcaram o movimento pelas redes sociais. Eles se concentraram nas proximidades da Concha Acústica e seguiram pelas avenidas dos Imigrantes e Antônio Pires Pimentel, até a Prefeitura.

O Executivo registrou Boletim de Ocorrência como infração ao artigo 268 do Código Penal Brasileiro, que diz: “Infringir determinação do poder público, destinada a impedir introdução ou propagação de doença contagiosa: Pena – detenção, de um mês a um ano, e multa”.