Coronavírus

Janeiro registrou o maior pico de casos confirmados e internações por Covid-19 em Bragança Paulista

publicado em 13 de fevereiro de 2021 - Por BJD

Durante live na página oficial da Prefeitura no Facebook, a secretária de Saúde Marina de Oliveira mostrou os gráficos da evolução da Covid-19 no município.

O mês de janeiro de 2021 lidera em número de casos confirmados e internações. Na comparação com dezembro de 2020, janeiro apresentou um aumento de 146% casos confirmados da doença.

Da mesma maneira ocorreu com as internações em Enfermaria (79 em dezembro, para 120 em janeiro), UTI (de 25 para 35) e óbitos (de 13 para 22).

Os bairros com maior incidência do vírus continuam sendo os da Zona Norte. Em primeiro lugar, Planejada II, seguido por Águas Claras e Planejada I. Marina reforçou que nesses bairros são realizadas periodicamente forças-tarefas para auxiliar no combate à pandemia, com orientações e distribuição de materiais. “Já foram distribuídas 208.595 máscaras, 66.648 frascos de álcool em gel e 24.198 litros de água sanitária”, afirmou.

ÓBITOS

Não houve óbitos entre os infectados na faixa etária de 0 a 19 anos, todos se recuperaram. De 20 a 39 anos foram registrados três óbitos, todos de pessoas com comorbidades; de 40 a 59 anos, 21 mortes; de 60 a 79 anos, 78 óbitos; e de 80 ou mais, 30 óbitos. De todos os infectados, 2,7% ficaram em estado grave, destes, 55% evoluíram a óbito.

VACINAÇÃO

A secretária da Saúde reforçou que as doses de vacinas recebidas ainda não garantem a imunização de toda a população e, por isso, grupos prioritários estão sendo vacinados primeiro. São eles: profissionais de saúde, idosos em asilo e idosos a partir de 85 anos. Marina ainda frisou que todos os que trabalham em estabelecimentos de saúde compõem esse grupo, portanto, além de médicos e enfermeiros, técnicos e profissionais de apoio também são vacinados.

FAKE NEWS

Não há calendário de vacinação para outras faixas-etárias. Qualquer informação divulgada a respeito é falsa. Conforme novas remessas chegarem, os novos grupos de vacinados serão divulgados.

AVANÇO DOS CASOS

No período de quarta, 10, a sexta-feira, 12 de fevereiro, Bragança Paulista confirmou mais três óbitos por Covid-19 e registrou um suspeito. Os óbitos confirmados são de uma paciente de 49 anos, que estava internada em leito de UTI em Jundiaí; outra paciente de 63 anos, internada em UTI em Atibaia; e um paciente do sexo masculino, de 71 anos, que estava em leito de UTI em Bragança Paulista. O óbito suspeito é de uma paciente de 64 anos, internada em leito de Enfermaria. Assim, a cidade soma 135 mortes pelo coronavírus desde o início da pandemia, além de uma que aguarda resultado de exame.

Além dos óbitos, no mesmo período Bragança Paulista também registrou 356 novos casos suspeitos da doença. Dos que aguardavam exame, 168 foram confirmados, 220 descartados e 521 ainda continuam em análise. Desde o início da pandemia são 18.054 casos notificados ao Ministério da Saúde, com 8.724 testes negativos e 8.809 positivos.

Nesta sexta-feira, 12, a taxa de ocupação de UTI estava em 93%, o que significa que dos 31 leitos disponíveis, 29 estavam ocupados. Já a ocupação de leitos da Enfermaria estava em 60%, o que significa que dos 30 leitos disponíveis, 18 estavam ocupados.

Conversas no Facebook