Coronavírus

Bragança regride para Fase Laranja Região de Campinas atinge 73,4% de ocupação de UTI

publicado em 27 de fevereiro de 2021 - Por BJD
A 23ª reclassificação das regiões foi realizada nesta sexta-feira, 26 de fevereiro (Governo do Estado de São Paulo)

Diante da expressiva ocupação de leitos em todo o Estado, o Governo de São Paulo realizou a reclassificação dos Departamentos Regionais de Saúde. Assim, a região de Campinas, da qual Bragança Paulista faz parte, que seguia o determinado para a Fase Amarela, menos restritiva, regrediu para a Fase Laranja do Plano SP.

Para fazer a reclassificação, o Centro de Contingência do Coronavírus do Estado levou em consideração o agravamento dos dados epidemiológicos – a região de Campinas atingiu 73,4% de ocupação de UTI, sendo que a porcentagem para regredir de fase é 70%. Conforme divulgado durante a coletiva de imprensa, o perfil das internações se agravou em todo o Estado. Hoje, 46% dos pacientes internados estão em UTI, sendo que no pico da 1ª ondaa, a porcentagem era de 40%.

“A segunda onda está sendo potencialmente mais trágica que a primeira. Isso é um fato triste. Por isso, peço que todos que estão nos acompanhando em São Paulo sigam o toque de restrição e as orientações do Plano São Paulo. Não é razoável, nem há compreensão para aqueles que negam a gravidade da atual situação”, afirmou o governador João Doria.

Na Fase Laranja, o funcionamento das atividades não essenciais tem restrição de atendimento presencial até as 20h00 em todos os estabelecimentos. A capacidade está limitada a 40% de ocupação e o limite de horário de funcionamento é de 8 horas por dia. A venda de bebidas alcoólicas em lojas de conveniência e restaurantes é permitida entre 6h e 20h. O atendimento presencial em bares está proibido, bem como qualquer tipo de aglomeração.

Todos os protocolos sanitários e de segurança para os setores econômicos devem ser cumpridos com rigor. Prefeituras que se recusam a seguir as normas estabelecidas pelo Governo do Estado ficam sujeitas a sanções judiciais.

OUTRAS REGIÕES

As regiões de Marília e Ribeirão Preto regrediram para a Fase Vermelha. Permaneceram nessa Fase as regiões de Araraquara, Barretos, Bauru e Presidente Prudente.

Além de Campinas, Grande São Paulo, Registro e Sorocaba, também regrediram da Fase Amarela para a Fase Laranja, Franca, São José do Rio Preto, São João da Boa Vista e Taubaté.

Houve melhora na região de Piracicaba, que avançou para a Fase Amarela, onde permanecem Araçatuba e Baixada Santista. A nova reclassificação começa a valer a partir de segunda-feira, 1º de março.

RESTRIÇÃO DE CIRCULAÇÃO NOTURNA JÁ ESTÁ EM VIGOR

A situação do Estado também motivou o Governo a adotar medidas para restringir a circulação e aglomeração de pessoas no período noturno, das 23h00 às 5h00. A medida, com vigência prevista até 14 de março, foi anunciada na última quarta-feira, 24 de fevereiro, e já está em vigor desde sexta, 26.

Conversas no Facebook