Coronavírus

Bancas de jornal podem funcionar conforme alvará

publicado em 12 de agosto de 2020 - Por BJD
Gerson Gomes/Bragança-Jornal

Nesta quarta-feira, 12, chegou ao Bragança-Jornal informações de que bancas de jornal da cidade foram notificadas pelos fiscais da Prefeitura para se adequarem ao horário restrito de funcionamento do comércio não essencial, de apenas 6 horas por dia.

Questionada pela reportagem, a Secretaria Municipal de Assuntos Jurídicos informou que “bancas de jornal são serviços essenciais, por isso poderão funcionar conforme alvará”.

A regra de funcionamento de 6 horas diárias é válida para os serviços não essenciais, como lojas de departamentos, lojas de tecidos e aviamento, relojoarias e joalherias, lojas de confecção e calçados, imobiliárias, assim como os clubes, bares e restaurantes.

Conversas no Facebook