Colunistas

Uns engordam, “outras”…

publicado em 5 de setembro de 2019 - Por João Raposo

…”coisas” diminuem seu peso!

Raposão se refere às coisas que estão diminuindo seus “tamanhos”. Isso mesmo que você leu: hoje vou “falar” de um assunto que, de tempos em tempos, infelizmente, tenho que abordar, ou seja, da diminuição, cada vez mais constante, dos produtos colocados à venda!

Não estou me referindo à oferta do mesmo produto nos mais diversos tamanhos, como uma forma de alternativa ao consumo, mas sim à oferta do produto em embalagem cada vez menor e sem opção para o tamanho anterior, ou seja, ou você compra este menor ou não compra! E, acredite, o preço do produto, apesar de ser menor, só sobe!

Raposão perdeu as contas e a memória de quantas marcas e produtos já fizeram isso. Raposão vai tentar lembrar de alguns: Vamos lá (faço questão de citar as marcas que lembro, para que você, consumidor, saiba “o que fazer”):

1- Suco Del Valle – O famoso suco diminuiu o tamanho da latinha de 330ml para uma latinha mais fina, mais elegante, mas com bem menos suco (creio que 290ml);

2- Sorvete Kibon – O famoso e popular sorvete, que antes era vendido em pote de 2 litros, virou um “potinho” de 1,5 litros, ou seja, 500ml a menos é muita coisa tanto para quem gosta de sorvete, como também para quem não gosta!

3- Falando em sorvete, tem um que Raposão adora (um que é em formato de “cone”). Pois bem, neste caso a fabricante “caprichou” na diminuição, afinal era de um tamanho bom e fizeram agora um “mini-cone”, que a princípio foi ofertado bem mais barato, mas advinha o que aconteceu? Hoje o preço desse mini-cone é igual ao “conão” anterior e, obviamente, o “conão” deixou de ser ofertado. Uma vergooooonhaaaaaa!

4- Omo Total – O famoso sabão em pó não é mais tão total assim, afinal diminuiu a caixa de 1kg para uma “caixinha” de 800 gramas de sabão em pó. A marca jura de pé junto que os 800 gramas de hoje lavam igual ao 1kg de antes. Você acredita?

5- Gelatinas – Uma “certa marca” famosa das deliciosas gelatinas diminuiu imensamente o saquinho, algo em torno de 30%. Uauuuuu! Isso que é regime!!!!

6- Sabonetes para banho, em pedra – Quase todas as marcas consagradas deixaram “mais leves” seus sabonetes, ou seja, ou você toma menos banho ou você abre outro sabonete para poder “lavar tudinho e tudo certinho”. Raposão, que é gordinho, acaba abrindo dois sabonetes, obviamente.

7- “Lactobacilos Vivos” – Outro que faz tempo que perdeu conteúdo! Já não é de hoje que Raposão toma o “frasquinho” em um gole só!

8- Chocolates – Essa é outra veeergoooonhaaaaa! Os tabletes de chocolates diminuíram imensamente de tamanho e hoje viraram um “bombonzinho”, daqueles beeeeeemmm pequenininhos!

9- Ovos de Páscoa – Todos os anos estão cada vez mais finos, cada vez mais leves, enfim, cada vez mais magros! E o preço, óóóó!!! Cada vez maior!!!!

10- Desodorantes e perfumes – Diminuíram também de tamanho. Aqui a opção é comprar mais ou ficar fedido!

11- Requeijão – Cada vez vem menos nas embalagens para você poder passar no seu pãozinho que, graças a Deus, este último tem sua produção baseada no peso (50 gramas);

12- Biscoitos – Também cada vez vem menos biscoito para você se deliciar no café da manhã ou vendo uma TV;

13- Amaciantes de roupa – Cada vez mais suas roupas vão ficar menos “amaciadas”, pois a diminuição da embalagem ocorreu drasticamente! Já chegou a ter 1 litro, hoje acho que vem dois copos de produto;

14- Manteiga – Você se lembra de quando a embalagem era de 250 gramas??? Pois é…vá olhar lá na prateleira do supermercado quanto a embalagem pesa hoje! Você vai se surpreender!

Raposão poderia continuar a citar mais de uma centena de produtos, cujo fabricantes fizeram e estão fazendo essa vergooonhaaa. Mas, a maior vergonha é que, apesar dos produtos encolherem e diminuírem imensamente de tamanho, o preço quase sempre é mantido, ou, se abaixado, cerca de poucos meses depois sobem ao mesmo valor de antes de diminuírem ou até mais caro! E não tem órgão nenhum que combata isso!!!

Essa “vergonha” começou (e os mais “velhos” vão se lembrar) naquela época de “congelamento de preços”, quando os fabricantes reduziam a quantidade ofertada nas embalagens para justamente burlar esse congelamento. Mas, o que Raposão acha que fica dessa “vergonha” toda é que preço é “percepção”, ou seja, esta prática visa lesar o consumidor, que tende a não perceber que o preço aumentou (na verdade ele, o preço, continua o mesmo) na medida que a quantidade do produto diminuiu, pois nós, consumidores, não estamos acostumados a analisar os produtos antes de colocá-lo no carrinho. Geralmente vemos o preço, mas não vemos o tamanho.

Tudo isso, toda essa prática vergonhosa, Raposão poderia resumir em uma só frase (parodiando aquele filme famoso): “Querida, encolheram os produtos!!!!”. Se for para resumir em uma palavra só, esta seria: Veeeeeergooooonhaaaaa!!!

Por enquanto, Raposão adota a velha tática de NÃO comprar produtos que fizeram isso. Meu sabão em pó, por exemplo, já troquei de marca (para uma fabricada em uma cidade aqui perto – falando nisso, minha mãe amava uma árvore chamada “Ipê”) e recomendo que você faça o mesmo. Diminuiu o tamanho da embalagem? Não compre!!! Deixe na prateleira e fale para o gerente do supermercado que você fez isso, pois chegará ao “ouvido” do fabricante. Por enquanto, essa é a nossa “arma”.

UM BOM RESTINHO DE SEMANA…

…a todos e na quinta-feira que vem tem mais (se Deus assim consentir), lembrando que Raposão aceita dicas, opiniões, críticas e, é lógico, elogios (desde já, os agradeço), que podem ser feitos via e-mail, telefone (ver ambos abaixo), “sinais de fumaça” ou cartas para redação do BJD, situada à Av. Antônio Pires Pimentel nº 957, Centro, Bragança Paulista, CEP 12914-000.

Acompanhem também Raposão na Internet, pelos sites www.bjd.com.br e no Facebook (Raposão João Raposo Advogados Associados) ou no Instagram (joao_raposo João Raposo Advocacia – Raposão).