Colunistas

Trânsito ruim

publicado em 30 de novembro de 2019 - Por Marcus Valle

         Trânsito está péssimo em vários pontos da cidade (na Zona Sul em especial), devido à retirada de rotatórias e substituição por semáforos.

Na Avenida dos Imigrantes, na Pires Pimentel, na entrada da Plínio Salgado, no Lavapés, no Matadouro, tudo piorou, os engarrafamentos são constantes.

A rotatória em frente ao Habib´s é um absurdo em termos de congestionamento.

E para piorar ainda mais, os caminhões de outras cidades voltaram a usar nossa cidade como atalho, não há fiscalização. Algo urgente precisa ser feito.

2 – Trânsito: prejuízo aos comerciantes

          Mas o trânsito ruim também reflete nos comerciantes e prestadores de serviço.

Fizeram alterações e proibição de estacionamento, que se refletem diretamente no movimento comercial dos estabelecimentos.

Na Rua Teixeira, por exemplo, temos vários bares e restaurantes (Japonês, Lopo, Costelaria, Aldeia do Sabor etc.). Todos eles sofreram queda no movimento, já que os clientes têm dificuldade de aceso. Há casos em que a redução do movimento chega a 40%, o que é terrível neste momento.

Algo deve ser feito urgentemente.

Nas margens do Lago do Taboão, com a nova academia e as obras, reduziram-se as vagas e o problema é igual.

3 – Lago do Orfeu

          Formado por nascentes, o lago do Orfeu é um dos mais bonitos do município. Tem um local para caminhada ao seu redor, de cerca de 1 km.

O pessoal da associação dos moradores reclama: há um ponto de assoreamento (falta de manutenção dos filtros de areia); esgoto sendo despejado vindo de propriedade do Euroville; e falta de manutenção constante (mato nas trilhas e margens).

4 – Calçadas: armadilhas

 Calçadas do município, além de desníveis e buracos, também têm mato, isso em vários bairros.

A responsabilidade pelas calçadas é do proprietário do terreno, mas compete à Prefeitura fiscalizar e impedir ocupações indevidas, além de exigir reparos e manutenção.

5 – AM será FM?

 Rádio Bragança AM, que é a mais antiga e tradicional do município, anunciou (anos atrás) que se transformaria em FM, o que facilitaria muito mais sua recepção pela população, e aumentaria consideravelmente sua audiência.

Seria ainda, uma opção a mais à população, o que daria condições de debates democráticos e de haver diversidade de opiniões.

Mas até agora nada aconteceu. Burocracia?

6 – Em Bragança

 Jango filiou-se ao PTB, Basílio está no PSD, João Carlos Carvalho também deve escolher rapidamente um partido para se filiar e viabilizar candidatura a prefeito. Gustavo Sartori está no PSD.

Como se vê… há muitos pré-candidatos como oposição e opção ao grupo Chedid.

Resta saber se haverá divisão ou união.

7 – Sem medo e sem ódio

 O Partido Verde (PV), que é uma opção neutra em relação aos extremos que polarizam o país, está preocupado em manter seu foco, que além da defesa do meio ambiente (mais ameaçado nos últimos tempos) é de um governo democrático, sem radicalismos.

8 – Cães e gatos

 Conforme reportagem publicada na revista Isto É sobre os benefícios que animais trazem às pessoas, há dados do I.P.B., que temos no Brasil 54,2 milhões de cães e 23,9 milhões de gatos.

Se em Bragança for mantida a proporção, teríamos 45 mil cães e 20 mil gatos.

Há uma estimativa de que 10% desse total (em cada uma das espécies) vivem nas ruas, abandonados, o que além de crueldade traz problemas à saúde pública.

9 Folclore: certeza

 Eu tenho um amigo advogado na Capital, que defendeu vários políticos acusados de corrupção.

Certa vez eu estava em seu escritório, quando ele se lembrou de que um desses seus clientes estava lhe devendo honorários, atrasados há três meses.

Ligou na minha frente e disse:

Oh fulano… estou te ligando para te dizer que sempre acreditei na sua inocência, mas agora tenho certeza que você não é corrupto. Porque se fosse, teria dinheiro para me pagar o que deve.

Nunca tinha visto uma cobrança tão inusitada como essa.