Colunistas

Resumo de agosto: visibilidade do tema ambiental como estratégia de desenvolvimento

publicado em 3 de setembro de 2019 - Por Ambiente em Pauta

Dizem que o mês de agosto é interminável. E este ano, se considerarmos a pauta ambiental no cenário nacional e internacional, teremos assunto para perdurar para muito além do mês de agosto!

A realidade de que o tema ambiental se tornou uma ferramenta geopolítica e base para acordos internacionais na área econômica e de desenvolvimento não é nova: os ativos ambientais brasileiros, sim eles são nossos, há muitos anos vêm sendo considerados como um diferencial na hora do Brasil negociar. E não de negociar os ativos em si ( ou seja, venda de áreas, minérios e florestas), mas o fato de manter a conservação e preservação em bons patamares.

Os fatos recentes apenas deram uma pequena dimensão sobre o fato. Nas diversas escalas de gestão há muitas pessoas trabalhando seriamente a questão ambiental, por ela possuir caráter multiescalas, ou seja, desde a escala planetária até a escala local, a questão ambiental tem muito a contribuir com o desenvolvimento de uma sociedade próspera e responsável por todos e para todos.

Aqui no município, nos referimos a uma escala local, o mês de agosto contou com ações importantes na área ambiental. Durante o mês de agosto de 2019, a CISEA (Comissão Intersetorial de Educação Ambiental, Secretaria Municipal do Meio Ambiente e Secretaria Municipal de Educação), submeteu à consulta pública o texto do PROMEA (Programa Municipal de Educação Ambiental), documento estruturado para orientar a educação ambiental em todo município. As contribuições (sugestões e comentários) foram recebidas via digital até meados do dia 21 de agosto. As contribuições enviadas deverão ser colocadas à disposição do público no portal da Prefeitura Municipal de Bragança Paulista. A data para essa ação não foi divulgada oficialmente.

Ainda no mês de agosto (dia 29), a administração municipal empossou os membros do Conselho de Defesa do Meio Ambiente para o biênio 2019-2021. A solenidade foi realizada no gabinete do Prefeito. O CONDEMA tem como funções assessorar o poder público nas tomadas de decisão e deliberações sobre questões ambientais, incluindo políticas públicas e questões relativas ao bem estar-animal, formulação de diretrizes para Política Municipal de Meio Ambiente associadas a proteção e conservação do meio ambiente. Adicionalmente, oferece normas legais e procedimentos que tenham a finalidade de conservação, defesa, recuperação e melhorias da qualidade ambiental do município, observadas as legislações federal, estadual e municipal pertinentes.

O conselho é formado por representantes de diversos setores da sociedade bragantina, desde representantes da própria Secretaria de Meio Ambiente, como também estão representados saúde pública, obras públicas, serviços urbanos, agronegócios, saneamento, planejamento, educação, Universidade são Francisco, FESB, OAB, Defesa Civil, Segurança, Legislativo, Sindicato Rural, Corpo de Bombeiros, Entidades Civis e na categoria organizações não governamentais, o Coletivo Socioambiental Bragança Mais, mais uma vez submeteu a candidatura e pleiteou a participação ativa neste relevante espaço de construção de políticas de melhoria da qualidade ambiental em Bragança Paulista.

Contaremos nos próximos 2 anos com nossas competentes e experientes representantes, Beatriz H. A. Maia e Maria Cristina M. Franco para contribuir com as propostas e ações na busca por uma perspectiva de desenvolvimento sustentável para nosso município.

Independentemente da escala em que sua ação gere efeito, aja e fortaleça espaços participativos. Um mundo melhor, depende daquilo que a gente faz! Que venha setembro. Acompanhe nossa agenda de atividades e ações pelo facebook: https://www.facebook.com/coletivobp/

Patrícia Martinelli, Geógrafa, Colaboradora do Coletivo Ambiental Bragança Mais