Colunistas

Raposão avisa: Ano Novo, “Dia Novo!”

publicado em 10 de janeiro de 2019 - Por João Raposo

Quem pensou que ia ficar sem o Raposão em 2019 se enganou!!! Com a mudança dos dias que o BJD “vai ao ar”, agora Raposão estará por aqui todas as quintas-feiras e tenho a maior satisfação em avisar que a primeira Coluna de quinta é hoooojeeeee!

Então, para a alegria de uns (e tristeza de outros), anote aí: Raposão agora é em todas as quintas-feiras! E vamos ao que interessa:

ROSA OU AZUL ?

Que a “esquerda” iria fazer uma oposição ferrenha ao governo Bolsonaro, recém-empossado, todo mundo sabia. Que iria fazer uma oposição “um tanto pouco inteligente”, quase todo mundo sabia também! E que iria começar já nas “primeiras horas” do governo, “nóis” já sabia também!

A “esquerda” mostra que vai “encrespar” até com a coleira do cachorro da Michele Bolsonaro! “Amostra” disso foi pegarem no pé da ministra Damares Alves (Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos), “fingindo” não entender a fala dela que citou que meninos usam azul e meninas usam rosa, ou seja, simplesmente ela fez uma metáfora contra a ideologia de gênero (aquela que prega que devemos criar os filhos sem atribuir ou fazer referências aos mesmos sobre o sexo de nascença de cada um, pois isso – escolher o gênero – será uma “escolha” das crianças quando crescerem).

A “esquerda”, fingindo não entender, disparou milhares de críticas à “metáfora” da ministra, como se ela (a “esquerda”) não entendesse coisas óbvias. Daqui a pouco vão questionar porque o dia é claro e porque a noite é escura!

Como se vê, qualquer coisa que for dita, a “esquerda” criará uma celeuma em cima dela, demonstrando que “a inteligência será artigo raro” na oposição ao novo governo.

E quem viver, verá!

VISTO TUDO !

Sobre essa bobagem de polemizar o discurso de “meninos vestem azul e meninas vestem rosa”, já vou alertando que Raposão também já seguiu essa regra, pois usei muito azul quando era pequeno (só não sei se isso deu “resultado!” – lembre-se que nem tudo que escrevo nesta coluna é verdade – leia o tópico final de despedida, lá embaixo).

Hoje Raposão está “gordinho” e eu “visto aquilo que me serve”, não importando a cor! Eu entro em uma loja e já vou perguntando: o que você tem de GGGGG??? O que tiver, eu levo!

CEARÁ

“Falando” em oposição pouco inteligente, o que “não é pouco inteligente” é o que está ocorrendo no Estado do Ceará, com ataques sendo feitos a tudo quanto é coisa (comércio, órgãos públicos, tentativa de explosão de viga de viaduto, tiros contra Câmaras Municipais, incêndio de ônibus e casas comerciais, etc.).

O “mais interessante” é que o governador do Ceará, Camilo Santana, foi “reeleito”, é do PT e “dizem”, lá por Fortaleza (a belíssima capital do Ceará, onde, aliás, a maioria dos ataques está ocorrendo), que ele deu férias para 40% (“quarenta por cento”) do efetivo policial, ou seja, criou um perfeito estado de vulnerabilidade para que ações criminosas, como as que estão ocorrendo, acontecessem. Até agora já foram mais de 120 ataques, em diversos pontos e cidades do Ceará, e os alvos parecem ser muito bem definidos.

A “desculpa” para tais ataques é o “endurecimento no sistema carcerário”, anunciado pela Secretaria de Segurança de lá. Mas, note o seguinte: é sabido que Bolsonaro quer promover mudanças na Constituição brasileira. Se Bolsonaro decretar intervenção no Estado do Ceará, não poderá fazer isso, pois o artigo 60, da própria Constituição, em seu parágrafo 1 diz que “A Constituição não poderá ser emendada na vigência de intervenção federal, de estado de defesa ou de estado de sítio”.

Agora, façamos uma “teoria da conspiração”: o governador cearense, Camilo Santana, é do PT. Colocou 40% dos policiais de férias. Bolsonaro quer mudar a Constituição. Sobre intervenção a Constituição não pode ser mudada. Se Camilo Santana vier a pedir uma intervenção e Bolsonaro ceder, vai “amarrar” o governo federal “à luz” da Constituição, ou seja, não poderá alterar a mesma. Se Bolsonaro não ceder, Camilo e sua “turma” vão fazer o velho “vitimismo”, tão conhecido que a “esquerda” costuma fazer, e vão sair falando: “Tá vendo!? Bolsonaro nos abandonou porque não gosta de nordestinos!” (falaram isso durante a campanha eleitoral inteirinha!).

Óbvio que em “10” dias de governo Bolsonaro, o mesmo ainda não promoveu as mudanças que tem de fazer, como o fortalecimento dos setores de inteligência das Forças Armadas (“FA”); uma reforma geral na Agência de Inteligência (ABIN), tirando de lá os esquerdistas; promover a comunicação e a integração entre as seções das “FA” com essa “nova” ABIN (onde Bolsonaro deve fazer a “limpa”) e com a Polícia Federal, enfim, como se vê tem muita coisa a ser feita! Apesar de tudo isso ainda não ter sido feito, todos esses órgãos estão trabalhando nas investigações desses ataques ao Ceará, mas quando estiverem trabalhando em conjunto (que é o que Bolsonaro pretende) será ainda melhor!

ORQUESTRA

Como se vê, esses ataques parecem ser “orquestrados”. O que mais chama atenção de Raposão é que o governador cearense “reeleito” esperou Bolsonaro assumir a presidência para mudar tudo o que fazia nos últimos quatro anos, ou seja, tudo o que ele pensava sobre segurança e assim agiu no seu mandato inteiro ele “abandonou” e passou a agir como se fosse um “novo” governador, como se a sua gestão passada (que encerrou no último dia 31.12.18) não tivesse existido.

Ou seja, podemos falar que ele deu um “chute no formigueiro”, criando um caos dentro dos presídios, indo contra tudo que ele já defendeu em se tratando de políticas criminais, logo nos primeiros dias de seu novo mandato (como se fosse um “novo” governador) e ainda teve a “cara de pau” de dizer que foi uma ação “planejada e coordenada junto ao governo federal”. Ora, o governo federal nem se montou ainda!!! Por que será que ele não fez isso quando o governo federal era petista, quando ele teria muito mais diálogo, mais empatia ideológica, enfim, mais tudo! Enfim…para “se pensar”…

Em tempo: o petista Zé Dirceu, que deixou a cadeia já há algum tempo, esteve lançando um livro no Ceará em setembro passado e “dizem” que ele acabou ficando por lá. Sabemos que Zé Dirceu tem conhecimento de técnicas de guerrilhas. A pergunta que Raposão faz é a seguinte: alguém tem visto Zé Dirceu aí pelos lados de Fortaleza ou de qualquer cidade cearense???

Mande a resposta para meu e-mail, exposto ao final desta coluna, por favor! Quem sabe isso pode ajudar nas investigações dos ataques ao Ceará.

TAXA ALTA

Alguém sabe dizer o motivo que a taxa de coleta de lixo subiu enormemente em 2019 aqui em Bragança Paulista?
Alô Prefeitura! Alô vereadores! Alô “Departamento Que Aumenta Taxa de Coleta de Lixo” (conhecido como “DQATDCDL”)!!! Gostaríamos de uma explicação!

Raposão e toda a população aguardam!

FINALIZANDO…

…gostaria de lembrar um pensamento de Shakespeare: “Chorei quando não tinha sapatos, mas parei de chorar quando vi um homem sem pernas. A vida está cheia de bênçãos, mas em algum momento esquecemos de agradecer”. Enfim, fica a dica: Agradecer sempre!

João José Raposo de Medeiros Jr. é colaborador do BJD desde 1982. Contatos pelo e-mail joao_raposo@terra.com.br (por “leitor Raposão” no assunto do e-mail) ou pelo tel. 9-8353-5626 (cel. TIM) (digite o número 9 mais a palavra “TELEJOAO” no teclado do tel que dá esse número, bem mais fácil de guardar, não?) ou pelo Whats App (ZapZap) 9-9903-4555 (cel. VIVO).